Principal  

 

PROCESSO DE ENFERMAGEM

Coleta de dados (Entrevista)  Diagnóstico de enfermagem  Planejamento da assistência  Inplementação  Avaliação

 

EXAME FÍSICO DETALHADO

Pele  Face e crânio  Olhos  Nariz  Boca  Pescoço  Tórax  Aparelho respiratório  Aparelho cardiovascular  Aparelho digestório  Aparelho urinário  Exame da mama  Genitalia feminina  Genitalia masculina  Aparelho locomotor  Anexos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EXAME DA GENITÁLIA FEMININA

Monte pubiano: para a realização do exame da genitália, deve-se primeiramente solicitar para a paciente que esvazie a bexiga e se posicione em decúbito dorsal com os quadris e joelhos flexionados e os calcanhares próximos. Ajuda-la a abduzir as coxas permitindo assim acesso adequado a genitália externa. Utilizar um lençol para cobrir os abdome e o púbis. A examinadora deve utilizar luvas em ambas as mãos e sentar-se na extremidade do leito. Observar a quantidade e distribuição dos pelos de acordo com a faixa etária, aspecto e alterações da pele. O formato da distribuição dos pelos é comum triangulo invertido, em que a base é a borda superior da sínfise púbica que se estende até as superfícies externas dos grandes lábios. Sua quantidade é variável de mulher para mulher. A pele é mais pigmentada que outras partes do corpo.

Grande lábios: inspecionar as características dos grandes lábios, separando-os delicadamente com os dedos da mão esquerda e observar a face medial, que deve ser rosada, discretamente úmida e simétrica.

Pequenos lábios: inspecionar as características dos pequenos lábios, quanto a simetria. Continuar o exame, colocando o polegar e indicador da mão não dominante na parte interna dos pequenos lábios e afastar os tecidos que são mais finos que os grandes lábios, com mucosa úmida, rosa-escura. Prosseguir o exame, palpando-os pequenos lábios com a outra mão, utilizando o polegar e o indicador. O tecido mostra-se macio e sem sensibilidade.

Clitóris: observar tamanho e aspecto, verificando presença de corrimento, irritação ou inflamação. Geralmente o seu tamanho é variável, não ultrapassando 2 cm de comprimento e 0,5 cm de diâmetro.

Meato urinário: observar sua cor e posição, que normalmente se localiza anterior ao orifício vaginal e é rosado, parecendo uma fenda ou abertura irregular na linha média e presença de secreção.

Intróito vaginal: ainda com os pequenos lábios separados, continuar o exame, inspecionando o intróito vaginal em relação ao seu aspecto, que geralemente apresenta-se como uma fenda vertical fina.

Glândula de bartholin: possui consistência firme e integridade tecidual, localiza-se entre o intróito vaginal e o anus. Pode estar integro, sem lacerações, cicatrizes de parto ou cirurgias.

 

 

 

[ Yahoo! ] busca avançada

E-mail de contato:

Todos os direitos reservados - desde 22/09/2004

1
Hosted by www.Geocities.ws
GridHoster Web Hosting