A OPINIÃO QUE FAZ A DIFERENÇA
   


São Paulo, segunda-feira, 09 de março de 2009

Tooths a ver!


Anterior                                                               Próxima


Diário de Bordo: Dia de Nevasca


LONDRES (ING) - Hoje, quinta-feira, foi um dia bem fora do comum.  Eu deitei às 4 da manhã. Estudando, não farreando! As 8h45, acordei arrebentada. A lâmpada queimou!

Fiz a prova. O professor avaliou como 7,0 a prova que eu merecia dez. Desapontada, fui trabalhar. Pessoas não sabem trabalhar em equipe, falsidade, corrupção. Se fosse só dos cofres, bem seria. Mas a conta e bem mais longa; dos bolsos públicos, de valores. Gente perde tempo demais tentando provar para os outros coisa que não consegue provar para si mesmo.

Depois de um chá com leite sem gosto, sala de edição. A fita: filhinho de papai que foi extra no filme do Harry Potter, foi assassinado ano passado e virou santo. O assassino? Um menino da mesma idade da gang rival que tentou se defender. A história não se conta e deixa muitas perguntas nos detalhes.

Beijinho beijinho, até amanhã. – Ah Paula… Você pode cobrir seu colega amanhã e fazer o reality?

Bom, amanhã só tenho prova de manhã e depois muitos bens vindos uns pounds mais… Melhor ganhar do que gastar!

Que reality? Perguntei entusiasmada. Peguei a ficha para ter certeza… Jade***, celebridade que ‘vendeu’ seus últimos dias  para a imprensa britânica, para arrecadar o futuro dos filhos. (A mulher já é milionária) Pior que filme de terror, sem data prevista de término. Semana passada, foi o casamento  com imagens vendidas com exclusividade por 700mil pounds, pouco mais de 2 milhões de Reais) com o ‘sortudo’ culpado ontem no tribunal, por agressão física mas é o novo herói dessas bandas. Realizou o sonho de véu e grinalda da menina que escreveu duas biografias da própria vida…. Os médicos alarmaram um ano.

No último sábado, passou por uma cirurgia de emergência porque um de seus tumores interrompia a circulação. Os médicos mudaram de idéia e acreditavam em apenas 6 meses de reality show. Na última madrugada, outra operação relâmpago. Os tumores já grudaram em todas as paredes do corpo. Os médicos mudaram de idéia de novo e reduziram para 4 semanas a vida da mãe de dois meninos lindos, de 4 e 5 anos.

O sistema de saúde começou a entender que está falido. Semana passada, quando o filho de um dos ministros morreu de ataque epilético. A criança era deficiente física e mental. Se a culpa foi do hospital, do sistema, da mãe, do pai ou do espírito santo, o resultado vai ser efetivo para a população.

Já a celebrity Jade, que vive como campeã – pelo menos de audiência – não vai desfrutar do mega-aparelho que chegou ontem em Londres. Encomendado às pressas para o problema como o dela e alarma o Reino Unido que conta cada dia com mais e mais casos de HPV porque só tem estrutura para examinar as mulheres que fazem parte do grupo de risco, de 25 a 64 anos, que deveriam ser examinadas três vezes por ano. Custo reduzido. Crise no País. O cedido pela Rainha: uma vez a cada dois anos. Pelo menos para aliviar a consciência da cúpula. E dos crápulas. Tarde demais…. Poderia ter sido prevenido se a medicina natural e complementar fosse mais distribuída. Informação também. Talvez. Mas é uma história que ainda vai ter mutos e muitos capítulos.

Quase uma hora da manhã, de amanhã. Os médicos acabaram de soltar um boletim. Acredita-se que a ex-BBB, não chegará até o fim do mês. A mãe super viciada, nunca esteve por perto. Tem sido a melhor amiga. Os filhos, extra-bonzinhos. O marido: o melhor! Melhor dos amantes, dos namorados, dos maridos, dos amigos, dos padrastos, dos genros. O melhor de todos. O vizinho briga só para lembrar que é vizinho, está perto. Apoio da imprensa. O país, comovido. A menina não é mais a desocupada, a carreirista. É símbolo de quebra de protocolo. Prova da hipocrisia no sistema. De despertador da alma.

Nem câncer cervical tira a luz dos olhos azuis que crescem quando a mulher que atua como se estivesse em história de Cinderela sai no calçadão do Hospital de Chelsea para sentir a luz do Sol. Nada é obstáculo. Ela vive cada instante, cada raio que aquece a cabeça sem fio de cabelo algum, sem vergonha de ser o que é. Ela vive cada milésimo de segundo, como se fosse único, último, eterno.

Quando eu estava lá, há um passo da morte, fazia o mesmo. Até no dia em que o Dr. Patel disse que eu não resistiria ‘a cirurgia'. É horrível aceitar que vai morrer no dia seguinte… E eu, não morri. Acreditei mais forte do que todos que sonham, que eu sobreviveria para realizar todos os meus sonhos. E alguma força sem lugar definido, me escutou e atendeu. Eu estou aqui. Eu posso realizar todos os meus sonhos.

Não importa se o que eu já vivi não foi do jeito que eu queria. Se eu fumei por milênios. Se eu não fiz uma declaração de amor. Se eu não te pedi perdão. Se eu bebi por todos. Se eu tenho um dia ou uma vida inteira. Hoje é o dia, agora é a hora. Por que deixar para amanhã? Pare tudo o que estiver fazendo. Imagine que você vai morrer amanhã. Eu sei que é horrível, mas o resultado e ótimo.

A viagem - Escreva as 10 coisas que você gostaria de fazer de verdade. Ou quantas quiser. Você escolhe quantos pedidos quer fazer ao gênio da garrafa, Deus, Alá, Universo, ou como queira. Casar com o homem que você ama. Pedir perdão a um amigo. Ter um emprego mais legal. Ir morar em outro lugar. Viver em um país mais bonito e ter uma vida com mais amores. Estudar algo completamente diferente. Fazer uma tatuagem para te lembrar que a vida gira todo dia. Fazer um bonsai. Juntar retalhos em uma colcha para o filho que você ainda não teve.

Sonhar.

Amar profundamente.

O meu amor, a minha criação, a minha profissão.

A situação de ser o ‘ser’ que eu sou e desejar ser melhor a cada dia.

Realizar!

Cada sonho que cabe dentro de ti. Cada dor que te aperta o peito. Cada saudade que aperta parte da alma. A semente que nutre a esperança.

Resgatar o que ficou amarrado no coração.

Acordar cada fada que remanesce.

Você pode tudo o que você quiser desde que esteja vivo!

Não importa se você tem 15, 20 ou 30 agora. Se se acha jovem demais para enfrentar ou velho demais para correr. Se está frio demais para tomar sorvete ou cedo demais para ir para casa. Nada vai voltar. A palavra lançada, a lágrima derramada, a oportunidade perdida. A dor remoída.

A vida é como se fosse uma viagem para um canto em parte qualquer. Férias divinas. Você só tem aquela reserva de dias no hotel como prazo. É uma correria. Você quer conhecer todas as igrejas, todos os museus, todas as pessoas e os parques. A si mesmo. Experiência única de tiro em queda livre numa foz infinita. Entre os cachos cristalinos, a água que te separa do outro lado, da vida real, são os seus olhos. Você escolhe aquilo que você quer ver. É intenso, como fogo de paixão. E sutil, como olhar nos olhos de quem se conhece e nada precisar dizer.

Viva!!!! Viva, o que você quiser viver!

Na saída do trabalho, a chuva era gelada e branca. No estacionamento, não reconheci meu carro. Todas eram montanhas brancas do mesmo tamanho. A neve fez-me sorrir. Eu já não lembrava da Jade mais. Pensava apenas que eu tinha de murmurar com mais precisão às estrelas. Depois de uma estrada suculenta, a minha caixa de correio estava cheia. Descobri que paguei parceladamente uma conta de eletrecidade que não era minha. Mas não desisti, com trabalho para fazer, deixei meu lábio palido sorrir por mim. Casa desarrumada, mas entendi, que eu estava ali. Dentro de tanta tragédia, extremidades, casos de dor, de amor e de tanto mais, eu estou viva, forte, saudável.

Viva, vivinha da Silva!

Paula Tooths


Jade Goody, 27, celebridade britânica. Ficou famosa com participação no Big Brother UK 3 em 2002. Na véspera do último Natal cancelou todas as aparições em shows porque precisou de uma cirurgia de emergência nos rins. Há um mês, exames detectaram câncer cervical, causado por um HPV que segundo sua mãe, tinha desde os 18 anos. Os médicos não acreditam que Jade resistira para ver abril passar.


[email protected] 
_________________________________________________
Paula Tooths é jornalista especializada em produção de cinema e TV
    



MURAL DE
RECADOS DO MPR


 

Expediente/[email protected]/Quem Somos
A reprodução do material disposto neste sítio será permitida mediante autorização do Editor

Hosted by www.Geocities.ws

1