AUTO-HEMOTERAPIA:
RELATOS COM PROVAS DOCUMENTAIS


Esta página teve alguns de seus links desabilitados, por mudanças de servidor, e também por não estarem mais disponíveis para download, arquivos zips e pdfs, a fim de evitar excesso de tráfego no servidor.
(alterada em 04/12/2009)


Relato de José Luiz Dutra - cura de Crohn em 6 meses
Relato de IGOR - cura de acnase(espinhas) em 4 aplicações
Relato de Psorman - melhora da psoríase em 9 aplicações
UNIPAC - Tratamento da Psoríase Vulgar
UNIPAC - Tratamento de Feridas - Esclerodermia

AUTOHEMOTERAPIA NA MEDICINA VETERINÁRIA:
(ATH NÃO TEM EFEITO PLACEBO)
Autohemoterapia cura cachorro Akita Inu
Autohemoterapia cura Equíno
Autohemoterapia cura Bezerro

VEJA TAMBÉM:
Relatos por doenças - Veterinária - AHT NENHUM efeito colateral
Endereços desta página na internet
Você também pode ajudar a AHT
Outros endereços sobre a Autohemoterapia


* * *

COMPLEMENTO - OUTRAS MATÉRIAS:

MÉXICO reconhece a eficácia da Autohemoterapia
Listagem e Relatos de Autohemoterápicos:(março de 2009)
Livreto compilado pelo Sr. Olivares Rocha
Vários artigos relacionados à Autohemoterapia


Sugestão às Autoridades:
Submetam-se à Autohemoterapia e constatem a Verdade. E vão descobrir por si mesmos, que a Autohemoterapia não contém nenhum risco a saúde, é altamente inócua, benéfica e eficaz.

 




Relato de José Luiz Dutra


Autohemoterapia cura
Crohn e proporciona outros benefícios.


Inforum:
Data: 31/01/2009 22:21
De: JOSÉ LUIZ DUTRA ([email protected])
IP: 189.105.71.50
Assunto: DOENÇA DE CROHN

DOENÇA CONSIDERADA INCURAVEL, SE CARACTERIZA PELO SURGIMENTO DE ULCERAS NO INTESTINO E GRANDE DESCONTROLE DO FLUXO INTESTINAL COM OBVIOS EFEITOS PSICOLOGICOS NEGATIVOS SOBRE O DOENTE.

HÁ MAIS DE 10 ANOS VINHA SOFRENDO COM ESSA DOENÇA, TOMANDO OS MEDICAMENTOS TRADICIONAIS (AZULFIM, MESACOL ETC.) SEM MELHORIAS, FAZENDO COLONOSCOPIAS ANUAIS.

EM 2008 FIZ AUTOHEMOTERAPIA POR 3 MESES, INTERVALO DE 1MES E OUTRA SÉRIE DE 3 MESES, COM APLICAÇÃO SEMANAL DE 10 ML NO MUSCULO.

RESULTADO: CICATRIZAÇÃO TOTAL DAS ULCERAS COMPROVADAS POR COLONOSCOPIA: MELHORIA DO TRATO INTESTINAL E GANHO DE PESO E DISPOSIÇÃO GERAL.

NO CASO DE ALGUM MEDICO INTERESSADO EM DETALHES, ENVIAR-ME EMAIL QUE POSSO MANDAR XEROX DAS COLONOSCOPIAS, ANTES E DEPOIS DO TRATAMENTO.

MEU PAI PRATICOU POR MUITOS ANOS NA SUA ANTIGA FARMACIA, A HEMOTERAPIA NO TRATAMENTO DE FURUNCULOSE, ACNES E FERIDAS. ATÉ 1945 NÃO EXISTIAM PENICILINA OU SULFA E O TRATAMENTO DESSAS OCORRENCIAS ERA FEITA COM TAIS RECURSOS. NUNCA HOUVE ALGUM CASO DE REJEIÇÃO OU REAÇÃO ALERGICA OU INFECCIOSA.

DIVULGUEMOS O QUE É BOM! AJUDEMOS O MARAVILHOSO TRABALHO DE DR. LUIZ MOURA.

Abaixo o Registro fotográfico, Colonoscopias de 2007 e 2008:

OS DOIS EXAMES DE COLONOSCOPIA: (PARA QUEM NÃO CONHECE, TRATA-SE DE UMA ENDOSCOPIA INTERNA DO INTESTINO) FEITOS EM 2007 ANTES DA AUTOHEMO, E O OUTRO EM 2008, DEPOIS DA SÉRIE DE 12 INJEÇÕES SEMANAIS DE 10 ML CADA, UM MES DE INTERVALO E MAIS UMA SÉRIE DE 12 INJEÇÕES; SEIS MESES APÓS FIZ A COLONOSCOPIA, EM 2008; O RESULTADO É VISIVEL: CICATRIZAÇÃO DAS ULCERAS E NENHUM POLIPO MAIS; A DIFERENÇA DA PELE É ENORME, E SENSIVEL MELHORIA DO FUNCIONAMENTO DO INTESTINO.


* * *


IMPORTANTE:

O Senhor José Luiz é uma pessoa boníssima. Sofreu por 10 anos com esta doença, e conhece a fundo o imenso sofrimento que padece um portador dela. E num gesto nobre, postou seu relato no inforum sobre AH, e permitou a divulgação deste documento. Ele coloca-se à disposição, de contato telefônico por pessoas realmente interessadas no seu caso de sucesso.

Abaixo uma parte transcrita de seu e-mail:

SUGIRO ENTRAR NO GOOGLE EM "DOENÇA DE CROHN" OU "COLITE ULCERATIVA" P/ VER AS CENTENAS DE REFERENCIAS DE DOENTES S/ O ASSUNTO E S/ SE TRATAR DE DOENÇA DE CAUSA DESCONHECIDA, TALVEZ AUTO IMUNES E CONSIDERADAS INCURAVEIS.

TRATA-SE DE DOENÇAS DE TAL AMPLITUDE QUE EXISTE UMA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE COLITE ULCERATIVA E DOENÇA DE CROHN. E EXISTE TAMBÉM UMA ENTIDADE INTERNACIONAL QUE ACHO QUE SE CHAMA ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE DOENÇA DE CROHN. A SIGLA DA ASSOCIAÇÃO É ABCD.

HÁ MILHÕES DE PESSOAS NO MUNDO COM ESSAS DOENÇAS E OS RELATOS E DEPOIMENTOS ENCONTRADOS NO GOOGLE SÃO TOCANTES. PEÇO A VC FAZER CHEGAR O MEU DEPOIMENTO AO CONHECIMENTO DESSAS ENTIDADES, E ME COLOCAR A DISPOSIÇÃO PELA INTERNET, TELEFONE, OU CORRESPONDENCIA, P/ ALGUEM QUE ESTEJA DESEJANDO CONTACTAR-ME.

OBRIGADO E DEUS LHE PROTEJA,
DO AMIGO, J.LUIZ DUTRA"


* * *

Contribua com a divulgação deste documento, quer seja junto à: pessoas, entidades, instituições e orgãos relacionados.


* * *

Devido aos tamanhos dos arquivos originais das colonoscopias, 2007(1,59MB) e 2008(1,96 MB), as imagens foram reduzidas para poderem ser abrigadas no servidor, pois há um limite máximo no tamanho de arquivos. Assim sendo, os interessados em receber as imagens originais, de melhores visualizações, requisitem pelo e-mail [email protected]


* * *



Colonoscopia 2008 de José Luiz (imagem reduzida)
comprovando a cura


Colonoscopia 2007 de José Luiz (imagem reduzida)
comprovando a doença




Endereços deste RELATO DE JOSÉ LUIZ DUTRA:
http://autohemoterapia.orgfree.com/joseluiz.htm
e http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/joseluiz.htm

Arquivo .PDF: http://autohemoterapia.orgfree.com/joseluiz_curado_de_crohn.pdf




Relato de IGOR


Tratamento de
espinhas (acnase) com auto-hemoterapia.



FOTO ANTES E DEPOIS: 4 semanas de tratamento:

 

RELATO NA COMUNIDADE DO ORKUT: http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=169666&tid=2535097967506511349&kw=AUto-hemoterapia+foto

Igor - Profile no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?uid=12013983063509923831  

Relato do Igor no Orkut:

Bom galera,

Eu estou fazendo auto-hemoterapia a umas quatro semanas. Meu objetivo principal era apenas acabar com a minha rinite alérgica. Pois bem, funcionou! Eu estou a muito tempo sem ataques e sem tomar remédio.

(Auto-hemoterapia consiste em tirar 5ml somente de sangue da veia e aplicar no músculo, qualquer músculo, sem dor, SÓ! )  

Mas isso não tem nada a ver com o que venho relatar na comunidade Dermatologia. 

É bem provável que os Doutores que entram na comunidade me detonem e tentem questionar o método, mas a auto-hemoterapia também ajuda a limpar a pele, pois ela limpa todo o organismo de bactérias e tudo mais.  

Eu não vou falar muito por que não precisa, existem comunidades para saber mais sobre AH e vocês também podem ver o vídeo (GOOGLE VIDEO, YOUTUBE! SEM VIRUS :) ). Ele tem mais de 2 horas de duração mas explica bem o que é.  

esse é o link:
http://video.google.com/videoplay?docid=6287869498742174675&q=auto+hemoterapia+duration%3Along  

Vocês podem ir no http://video.google.com/ e procurar que também vão achar.

Agora o meu teste. A foto abaixo, mostra o MEU resultado de poucas semanas de tratamento. Ainda não tenho a pele da Cicarelli eu admito, e ainda tenho marquinhas dos mais de 10 anos convivendo com espinhas, mas convenhamos, funciona! Tenho apenas 1 espinha mesmo no rosto hoje, e é daquelas pequeninas que se esconde com o cabelo. Vejam e acreditem se quiser, CLAAAAARO.

FOTO: http://www.websamba.com/ctrlaltdell/Antes%20Depois%20Hemo.jpg  

(Vocês podem verificar que não sou fake, só entrando no meu perfil e vendo que tenho orkut desde 2004 e muitos amigos e blábláblá.. isso tudo).  

A prática da Auto-hemo está no momento proibida no Brasil, as indústrias farmacêuticas não querem perder as verdinhas para simples seringas e agulhas, mas acho que podemos mudar isso.  

Para quem tem todos os tipos de problema imunológico, recomendo que assistam o vídeo e pensem.  

Obrigado.

Até! 



Endereços deste RELATO DO IGOR:
http://autohemoterapia.orgfree.com/igor_acnase.htm
e http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/igor_acnase.htm

Arquivo PDF deste relato: http://autohemoterapia.orgfree.com/igor_acnase.pdf




Relato de Psorman


Auto-Hemoterapia e Psoríase


PsoriaseMan *************
Homem idade: 36
tratamento autohemoterapia, 10 ml uma vez por semana. 

O rapaz só colocou fotos das 9ªs primeiras aplicações, 1ª de 05/11/2007 até 9º 02/2/2008.
Da primeira aplicação até 9ª, os resultados são muito significativos!
Mas não há fotos atuais. A página, está desatualizada e parada. Em todo caso, é preciso perguntar a ele, como está hoje? se desistiu? Piorou? O que houve? etc.

Para quem tiver orkut, o profile do PsoriaseMan ************* é:
http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?uid=11141495017293731705

No seu album no orkut tem 11 fotos, e o link é:
http://www.orkut.com.br/Main#Album.aspx?uid=11141495017293731705&aid=1






Endereços deste RELATO DE PSORMAN:
http://autohemoterapia.orgfree.com/psorman.htm
e http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/psorman.htm

Arquivo PDF: http://autohemoterapia.orgfree.com/psorman.pdf




UNIPAC - Tratamento da Psoríase Vulgar


Uso da autohemoterapia como fator Coadjuvante no Tratamento da
Psoríase Vulgar


Autores:
GEOVANINI, Telma
MATOS, Talita

Resumo

Neste estudo de caso clínico sistematizado descrevemos através de registros de prontuários (fontes primárias) e registros fotográficos de lesões, o relato do caso da cliente MGSS, 59 anos, negra, do lar, com diagnóstico de psoríase vulgar apresentando múltiplas lesões de placas bem demarcadas, de tamanhos variados com coloração avermelhada por todo o corpo. A psoríase é uma doença auto-imune onde as lesões iniciais estão associadas a infiltrados dérmicos perivasculares de linfócitos e fagócitos mononucleares onde os neutrófilos podem aparecer no interior da epiderme criando microabcessos. Submetida ao tratamento de autohemoterapia com 20 aplicações de 10 ml de sangue, uma vez por semana, durante 5 meses, associado ao uso de óleo de alecrim nas lesões, a cliente apresentou melhora significativa do quadro sintomático.

Introdução

As células do sistema fagocitário – SMF são especialistas em fagocitose e apresentação de antígeno ao exército do sistema imune. São elas: macrófagos alveolares, micróglia, células de kuppfer, células dendríticas, células de Langehans e macrófagos em geral, sendo os macrófagos comprovadamente células de altíssimo poder fagocitário, atuantes no processo de cicatrização. ABBAS (2003). A autohemoterapia visa a autoestimulação do Sistema Retículo Endotelial (SER), com conseqüente aumento da concentração dos macrófagos no tecido conjuntivo por meio da retirada de determinado volume de sangue venoso do paciente e subseqüente e imediata reintrodução no organismo por via intramuscular. A superativação do Sistema Retículo Endotelial promove a concentração dos macrófagos, conseqüentemente a medula óssea passa a produzir mais monócitos. Antes da aplicação de sangue, em média a contagem dos macrófagos gira em torno de 5%, após a aplicação de sangue a taxa vai subindo gradativamente e ao fim de 8 horas chega a aproximadamente 22% permanecendo nesse índice durante os próximos 5 dias, decrescendo progressivamente até chegar a 5% ao fim de 7 dias a contar a partir do dia da última aplicação de autohemoterapia. MOURA (2006). A terapia visa paralisar a reprodução de microrganismos enquanto o sistema imunológico ativado concomitantemente vence a infecção. A psoríase vulgar é uma dermatose crônica, inflamatória, não contagiosa, multigênica, caracterizada por placas e pápulas descamativas, bem delimitada de tamanhos variados. É considerada uma doença auto-imune onde as lesões iniciais estão associadas a infiltrados dérmicos perivasculares de linfócitos e fagócitos mononucleares, onde os neutrófilos podem aparecer no interior da epiderme criando microabcessos. Até o momento não existe cura para a psoríase, dispomos somente de tratamentos que buscam reduzir as complicações e minimizar os sintomas.

Objetivos

Demonstrar a efetividade da autohemoterapia em lesões da pele. Contribuir para validar a autohemoterapia como tratamento complementar considerando as necessidades atuais que comprovem a efetividade deste processo.

Metodologia

Estudo de caso descritivo com abordagem quanti qualitativa realizada através de acompanhamento sistematizado de enfermagem, análise de prontuários e registros fotográficos seriado das lesões.

Discussão e resultados

A cliente MGSS, 59 anos, negra, dólar, com diagnóstico de psoríase vulgar, portadora de múltiplas lesões predominadas por placas avermelhadas por todo corpo. Foi submetida ao tratamento de autohemoterapia a iniciar-se em março de 2007, recebendo 10ml de sangue, uma vez por semana, durante 5 meses, totalizando 20 aplicações. O local de punção era escolhido de forma criteriosa, alternando-se os membros superior direito e esquerdo de veias periféricas da cliente. As injeções do sangue colhido foram feitas nos músculos ventroglúteo, glúteos máximos e mínimo direito e esquerdo, também se alternando as regiões de aplicação e aplicando-se 5 ml em cada uma das quatro regiões por via intramuscular profunda, utilizando-se seringa de 20 ml e agulhas 25X7 para punção e 30X8 para as aplicações. A cliente também usava óleo de alecrim nas lesões. Tentou-se proporcionar assistência integral à cliente, direcionando atenção especial aos seus aspectos bio-psico-espirituais, disponibilizando apoio emocional e estímulo cooperativo durante o tratamento. Ao término das 20 aplicações de autohemoterapia, a cliente apresentou melhora significativa do quadro clínico.

Conclusão

No estudo de caso aqui descrito, utilizou-se como tratamento auxiliar a autohemoterapia, terapia natural que embora não tenha sido corrobada enquanto prática legal vem mostramo-nos outras diretrizes que busquem trabalhar de forma pareada (conjunta/coadjuvante) com as terapias convencionais. Frente às discussões acerca da efetividade e consolidação da autohemoterapia, concluímos que a mesma como fator de incremento da imunidade natural do organismo, mostrou-se eficiente ao ser utilizada como um tratamento coadjuvante em feridas da pele. Parafraseando KUHNEL (2000). E a nós destinou-se a tarefa de contribuir para a aquisição de novos saberes e fomentar estudos que evidencie e comprove a efetividade desta prática.




PDF: http://autohemoterapia.orgfree.com/tratamento_de_psoriase_prof_Telma.pdf

DOC: http://autohemoterapia.orgfree.com/tratamento_de_psoriase_prof_Telma.doc

endereços desta página na internet: UNIPAC - Tratamento de Psoríase
http://autohemoterapia.orgfree.com/tratamento_de_psoriase_prof_Telma.htm
e
http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/tratamento_de_psoriase_prof_Telma.htm





UNIPAC - Tratamento de Feridas - Esclerodermia


O TRATAMENTO DE FERIDAS (ESCLERODERMIA) ATRAVÉS DA AUTOHEMOTERAPIA: UM ESTUDO DE CASO CLÍNICO


UNIPAC - Universidade Presidente Antônio Carlos de Juiz de Fora MG - Autores: Dra. GEOVANINI, Telma - Mestre em Enfermagem e Coordenadora do Curso de Enfermagem, e Dr. NORBERTO, M.M.Correa - Médico Cirurgião Geral e Mastologista. Neste trabalho há o REGISTRO FOTOGRÁFICO DAS LESÕES, E DO PROGRESSO DA MELHORA ACENTUADA da paciente ADB de 48 anos, portadora de extensas feridas, cujo diagnóstico foi esclerodermia, uma doença auto-imune:


Resumo: Neste estudo, apresentamos através de acompanhamento sistematizado com exames clínicos, registros no prontuário e registros fotográficos das lesões, o caso da cliente ADB, 48 anos, branca, do lar, diagnostico de esclerodermia, portadora de extensas feridas com predominância de tecido necrótico, envolvendo os membros inferiores dos joelhos para baixo e outra ferida com cratera profunda na mama direita . A esclerodermia é uma doença do tecido conjuntivo que afeta a pele, e algumas vezes os órgãos internos. É classificada como doença auto-imune devido ao fato de que o sistema imunológico nestas doenças é ativado para agredir os tecidos do próprio organismo. A paciente em questão apresentava a forma sistêmica (esclerose sistêmica) que afeta os órgãos e sistemas internos do organismo. Submetida à auto hemoterapia com aplicações de 20 ml de sangue uma vez por semana durante 4 meses e limpeza das feridas com solução isotônica de cloreto de magnésio a 10%, a cliente apresentou melhora acentuada do quadro clínico, com remissão dos sintomas e granulação de 70% da área afetada nos MMII, enquanto que a ferida da mama cicatrizou totalmente.

Palavras chave: auto hemoterapia, medicina alternativa, esclerodermia, imunologia


Introdução

As células do sistema monocítico fagocitário - SMF são especialistas em fagocitose e apresentação de antígeno ao exército do sistema imune. São elas: macrófagos alveolares, micróglia, células de Kuppfer, células dendríticas, células de Langehans e macrófagos em geral, sendo os macrófagos comprovadamente células de altíssimo poder fagocitário, atuantes no processo de cicatrização. ABBAS (2003) A autohemoterapia visa a autoestimulação do sistema imunológico através da retirada de determinado volume de sangue venoso do paciente e aplicação deste mesmo volume por via IM, dividindo-se o volume em 2 ou mais partes, técnica simples que estimula o aumento dos macrófagos pela medula óssea, indicada especialmente em doenças auto imunes. “Antes da aplicação do sangue, em média a contagem dos macrófagos gira em torno de 5% .Após a aplicação a taxa sobe e ao fim de 8 horas chega a 22%. Durante 5 dias permanece entre 20 e 22% para voltar aos 5% ao fim de 7 dias a partir da aplicação da auto hemoterapia. O retorno aos 5% ocorre quando não há sangue no músculo.” MOURA (2006) A terapia funciona complementando a ação da antibioticoterapia que paralisa a reprodução de microorganismos, enquanto o sistema imunológico ativado, vence a infecção. MICHAEL W (1992). A esclerodermia é uma doença do tecido conjuntivo que afeta a pele, e algumas vezes os órgãos internos. É classificada como doença auto-imune devido ao fato de que o sistema imunológico nestas doenças é ativado para agredir os tecidos do próprio organismo. A paciente em questão apresentava a forma sistêmica (esclerose sistêmica) que afeta os órgãos e sistemas internos do organismo. CLAMAN HN (1999), Na esclerose sistêmica, o sistema imunológico costuma causar dano a duas áreas principais: os vasos sangüíneos de pequeno calibre e as células produtoras de colágeno localizadas na pele e em todo o organismo. É o componente colágeno da doença o responsável pelo espessamento da pele. De acordo com UMEHARA H et al (1990), até o presente momento, não há cura para a esclerodermia, apenas tratamento e minimização dos sintomas e complicações decorrentes.


Objetivos

Demonstrar a efetividade do uso da autohemoterapia em feridas e lesões da pele.
Contribuir com pesquisa em Práticas Integrativas e Complementares com vistas ao aprimoramento da atenção à saúde no Brasil, avaliando eficiência, eficácia, efetividade e segurança dos cuidados prestados.


Metodologia

Estudo de caso clínico de caráter quanti qualitativo, método descritivo, realizado através de acompanhamento médico e de enfermagem sistematizado, com exames clínicos e registros criteriosos da evolução da cliente no prontuário, complementados com documentação fotográfica seriada das lesões.


Discussão e resultados

ADB, 48 anos, branca, do lar, diagnostico de esclerodermia, portadora de extensas feridas com predominância de tecido necrótico, envolvendo os membros inferiores dos joelhos para baixo e outra ferida com cratera profunda na mama direita. Iniciou tratamento com a autohemoterapia em agosto de 2006, recebendo durante quatro meses aplicações de 20ml de sangue nas 12 primeiras semanas e 10ml da 13. semana em diante. O sangue era colhido de veias periféricas, escolhidas criteriosamente alternando-se semanalmente os locais da punção nos MSD e MSE da cliente. As injeções do sangue colhido foram feitas nos músculos ventroglúteo, glúteos máximo e mínimo direito e esquerdo, também se alternando as regiões de aplicação e aplicando-se 5ml em cada uma de quatro regiões, por via intra muscular profunda, utilizando-se seringa de 20ml e agulha 25 X 7 para a punção e 30X8 para as aplicações. A limpeza das feridas era realizada nas mesmas ocasiões com técnica limpa, constando de irrigação direta das lesões com solução isotônica de cloreto de magnésio a 10%. O uso do cloreto de magnésio para limpeza de feridas é defendido por MOURA (2006), que assegura funcionar melhor que qualquer desinfetante, sendo utilizado em nossa prática corrente. Ele regula o metabolismo de cálcio no organismo impedindo as calcificações, ativa o sistema imunológico e atua nas bursites e osteoporose. GEOVANINI(2006).
Foi recomendada a suplementação alimentar calórico-protêica da cliente e sua movimentação ativa e passiva, alternada com repousos diários com os MMII elevados de 30 a 45 graus. Procurou-se oferecer uma assistência integral, com abordagem nos aspectos bio-psico-espirituais da cliente, oferecendo-se apoio emocional e estímulo à interação participativa da mesma em todo o processo.
Ao final do tratamento a cliente apresentou melhora acentuada do quadro clínico, com remissão dos sintomas e granulação de 70% da área afetada nos MMII, enquanto que a ferida da mama cicatrizou totalmente, como pode ser comprovado nos registros fotográficos.


REGISTRO FOTOGRÁFICO DAS LESÕES
(ver fotos na página seguinte)
Fig. 1 MID - Início do tratamento em 09/08/2006
Fig 2. MID - 10a aplicação de autohemoterapia em 10/10/2006
Fig 3 MID – 21a. aplicação de autohemoterapia em 20/12/2006
Fig. 4 Mama direita no início do tratamento
Fig. 5 Mama direita ao final do tratamento


Conclusão

Neste estudo de caso, utilizou-se como tratamento base a autohemoterapia, terapia alternativa que se por um lado foge dos domínios da especulação científica, por outro parece que se afirma cada vez mais com a observação sistematizada dos fatos, algo que vive e manifesta-se com êxito crescente na prática clínica, embora ainda não tenha sido classificada e sistematizada pelo positivismo da ciência médica contemporânea. A autohemoterapia, parece que se enquadra nesse impulso pós moderno.
Diante das evidências inequívocas deste estudo, concluímos que a autohemoterapia como fator de incremento da imunidade natural do organismo, mostrou-se eficiente ao ser utilizada como um tratamento coadjuvante em feridas e lesões da pele. Parafraseando KUHNE.L. (2000), podemos dizer que coube a nós, terapeutas holísticos do século XXI, a singela incumbência de expor um pensamento diferente sem veleidades de crítica nem propósitos pré-concebidos.


Referências Bibliográficas

ABBAS, Abul. Imunologia celular e molecular. 4. ed. Rio de Janeiro; Revinter 2003.
MOURA, Luiz. Auto hemoterapia, multimídia DVD, 2006.
MICHAEL W. Mettenleiter, M.D. Autohemotransfusion in preventing postoperative lung complications, FACS, 1992.
CLAMAN HN. On scleroderma, mast cells, endothelial cells and fibroblasts. JAMA 1999; 262: 1.206-9.
UMEHARA H, KUMAGAI S, MURAKAMI M et al. Enhanced production of interleukin-1 and tumo necrosis factor alfa by cultured peripheral blood monocytes from patients with scleroderma. Arthritis Rheum 1990; 33: 893-7.
GEOVANINI, Telma. Manual de Curativos. São Paulo: Ed. Corpus, 2006.
KUHNE. Louis. Água: A nova ciência de curar. 7a.ed.SP: Hermus, 1996.



 REGISTRO FOTOGRÁFICO DAS LESÕES

CASO 1 - PERNAS



CASO 2 - MAMA



endereços desta página na internet: UNIPAC - Tratamento de Feridas - Esclerodermia
http://autohemoterapia.orgfree.com/tratamento_de_feridas_prof_Telma.htm
e
http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/tratamento_de_feridas_prof_Telma.htm

Arquivo .PDF: http://autohemoterapia.orgfree.com/TRATAMENTO_DE_FERIDAS_AUTOHEMOTERAPIA_Prof_Telma.pdf
http://www.medicinacomplementar.com.br/pdf/tema150808b.pdf

 






Autohemoterapia cura cachorro Akita Inu


Uso da Autohemoterapia na
Medicina Veterinária


Autohemoterapia NÃO tem efeito placebo


Imagens documentário de meu cãozinho Playboy Akita Inu, 8 anos, que sofria de uma doença dermatológica própria desses cães, pois eles são de região fria (Himalaia). A mãe dele morreu sem um pelo sequer no corpo. Estas imagens comprovam a quem quiser ver com seus próprios olhos os efeitos da Autohemoterapia(Aht).

Telma Geovanini
Enfermeira e Mestre em Enfermagem - EEAP - UNIRIO
Especialista em Pesquisa e Assistência de Enfermagem - UNIRIO
Especialista em Enfermagem Pediátrica - UFRJ
Especialista em Plantas Medicinais - UFLA-MG
Coordenadora do Curso de Enfermagem e docente da UNIPAC-JF
Juiz de Fora-Minas Gerais

 



Playboy - Akita Inu - 8 anos

TRATAMENTO AUTOHEMOTERAPIA - 10 ml de 15 em 15 dias




EVOLUÇÃO LESÃO PRINCIPAL


Início: 13-06-07

4ª aplicação: 20-07-07

6ª aplicação: 07-08-07

8ª aplicação: 26-09-07

06-12-07




EVOLUÇÃO LESÃO TRASEIRA


Início: 13-06-07

4ª aplicação: 20-07-07

6ª aplicação: 07-08-07

06-12-07




COMO EU FIZ A AUTOHEMOTERAPIA


10 ml - 15 em 15 dias

Telma Geovanini
Mestre em Enfermagem
Pesquisadora da Autohemoterapia






FOTOS DO PLAYBOY TOTALMENTE CURADO

.


endereços desta página na internet: AHT Cura cachorro Akita Inu
http://autohemoterapia.orgfree.com/akita_inu_ah_na_veterinaria.htm
e
http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/akita_inu_ah_na_veterinaria.htm

ARQUIVO .PDF: http://autohemoterapia.orgfree.com/akita_inu_ah_na_veterinaria.pdf

VÍDEO (1) NO YOUTUBE: http://www.youtube.com/watch?v=gTkfqpLz4Es

VÍDEO (2) NO YOUTUBE: http://www.youtube.com/watch?v=4wH8dI7hQCo
(contém as 2 útimas fotos: Totalmente Curado. Audio deste vídeo: Bodas de Fígaro. Mesma do filme Um Sonho de Liberdade).





Autohemoterapia cura Equíno


Uso da Autohemoterapia na
Medicina Veterinária


Autohemoterapia NÃO tem efeito placebo


AUTOHEMOTERAPIA MAIOR OZONIZADA NO TRATAMENTO DE HABRONEMOSE EM EQÜINO – RELATO DE CASO.

GARCIA, C.A.1, STANZIOLA, L .2, ANDRADE, I. C. V.3, NEVES, S. M. N.*3, GARCIA, L. A. D.3

RESUMO

Habronema muscae Carter 1961, é um parasita de cavalos, pôneis, jumentos e zebras. A forma adulta vive sobre as mucosas com sua região cefálica introduzida no tecido. Os ovos são compridos e finos e contém larvas que são liberadas sobre feridas ou dentro do estômago por ingestão acidental onde a maturidade é atingida dentro de dois meses.

O efeito do ozônio sobre a pele acontece pela reação com ácidos graxos poliinsaturados e água presentes no stratum corneum, gerando espécies reativas de oxigênio e lipooligopeptídeos como peróxido de hidrogênio, que são parcialmente reduzidos pela glutation oxidase, superóxido dismutase, catalase, isoformas de vitamina E, vitamina C, glutation, ácido úrico e ubiquinol, ou serem parcialmente absorvidos via endovenosa e por capilares linfáticos.

Uma égua com aproximadamente 3 anos de idade e raça indefinida apresentando extensa ferida rostral localizada no antímero direito entre o olho e narina, com suspeita clínica de habronemose cutânea, foi tratada com uso tópico e sistêmico de ozônio. Para tratamento sistêmico foi utilizada autohemoterapia maior ozonizada através de duas aplicações por semana. Para tratamento tópico da lesão fez-se uso diário de duas aplicações de água e óleo ozonizados. Manifestações de dor, efeitos colaterais indesejáveis ou intolerância ao ozônio não aconteceram no decorrer do tratamento. Observou-se gradativa formação de tecido de regeneração em substituição a pele necrosada, com rápida redução da área afetada e decorridos dois meses de tratamento, a regeneração tecidual e cicatrização de quase toda a superfície lesada apontam para a cura clínica do animal.

Palavras-chave: Habronemose, autohemoterapia , ozônio.

INTRODUÇÃO

Habronemose conjuntival, cutânea e gástrica causadas por Habromena spp já foram relatadas (SOULSBY, 1965; TREES et al, 1984; MOHAMED et al, 1990; GASTHUY et al, 2004). Habronema muscae Carter 1961 é um parasita de cavalos, pôneis, jumentos e zebras. O adulto vive sobre as mucosas com apenas as suas cabeças introduzidas nos tecidos. Os ovos são compridos e finos e contém larva (SOULSBY, 1965; BOWMAN & LYNN, 1999).

1– Docente da Faculdade de Medicina Veterinária – UFU
2– Docente do Instituto de Ciências Biomédicas – UFU
3– Acadêmicos da Faculdade de Medicina Veterinária – UFU
Faculdade de Medicina Veterinária da UFU - Rua Ceará s/nº - Bloco 2 D – Sala 2D
34 – Campus Umuarama – Uberlândia – MG, CEP 38405-240.
[email protected]

Os eqüinos são infectados pela ingestão de moscas que caem na água ou alimentos. As larvas são liberadas dentro do estômago onde atingem maturidade em dois meses (SOULSBY, 1986). O principal efeito de Habromena no estômago é estimular a secreção de grandes quantidades de muco com hiperplasia e hipertrofia das células secretoras de muco, além disso, gastrite catarral, úlceras, diarréia e perda de peso têm sido associadas à infecção com Habronema muscae (LEVINE, 1968; DUNN, 1978).

O Ozônio possui várias ações biológicas e propriedades terapêuticas. É um gás instável e extremamente reativo. Os mecanismos através dos quais esse gás atua, estão diretamente relacionados com produtos gerados pela interação seletiva desse gás com componentes orgânicos presentes no plasma e membrana celular. Devido a essa seletividade, a reação do ozônio com lipídeos ocorre na dupla ligação de carbono, presente nos ácidos graxos poliinsaturados, gerando
peróxidos orgânicos e ozonídios. O ozônio tópico mostrou ser eficiente contra dermatomicoses, osteomielites e feridas infectadas, fístulas e doenças do úbere de bovinos e eqüinos (SARTORI,1994). O efeito do ozô nio sobre a pele se deve à sua reação com ácidos graxos poliinsaturados e traços de água presentes na camada superior da derme (stratum corneum) gerando espécies reativas de oxigênio (ROS) e lipooligopeptídeos (LOP), entre os quais está o peróxido de
hidrogênio (H2O2). Somente ROS e LOPs prontamente formados a partir dessa reação podem ser parcialmente reduzidos pelos antioxidantes enzimáticos da pele (glutation oxidase, superóxido dismutase, catalase) e não enzimáticos de baixo peso molecular (isoformas de vitamina E, vitamina C, glutation, ácido úrico e ubiquinol) ou serem parcialmente absorvidos via endovenosa e por capilares linfáticos. As ROS são os mais efetivos e naturais agentes contra os patógenos
resistentes a antibióticos. Além disso, melhora o metabolismo e as funções imunológicas, contribuindo para uma recuperação satisfatória (VALACCHI et al, 2005). Dentre os possíveis efeitos biológicos provocados pela autohemoterapia maior ozonizada e aplicações tópicas de ozônio pode-se exemplificar a diminuição da fibrinogenemia e do colesterol no plasma, aumento da glicólise, do ATP, do 2-3 difosfoglicerato e da disponibilidade do oxigênio, com redução na taxa de sedimentação dos eritrócitos, manutenção da pressão arterial e queda da pressão venosa. Nas plaquetas pode-se observar aumento de fatores de crescimento como TGFß e PDGF. Nos leucócitos pode-se observar aumento do PGE2 (BOCCI, 1996). O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência do uso tópico da água e óleo ozonizados, em associação com autohemoterapia maior ozonizada no tratamento de habronemose cutânea em um eqüino.

MATERIAIS E MÉTODOS

Uma égua com aproximadamente 3 anos de idade, raça indefinida apresentando extensa ferida rostral localizada na lateral cefálica direita entre o olho e narina, com suspeita de habronemose cutânea, foi utilizada no presente experimento.

Quinhentos mililitros de água bidestilada deionizada e duzentos mililitros de óleo de girassol foram ozonizados através de um gerador de ozônio com capacidade para produzir 0,0014g / O3 / hora, alimentado por ampola de O2 com 99,5% de pureza, à pressão de 200 Kgf / cm2, num fluxo de 3 L / minuto, mantendo-se os frascos dentro de caixa isotérmica contendo bolsas de gelo recicláveis. Imediatamente após a ozonização a água e o óleo ozonizados foram aplicados sobre as lesões, duas vezes ao dia, desde o primeiro dia de tratamento até a presente data. Duzentos mililitros de sangue foram retirados do animal via punção da veia jugular, recolhidos em bolsa de transfusão de sangue com capacidade para 400 mL, contendo 30mL de anticoagulante , e introduziram-se duzentos mililitros da mistura oxigênio – ozônio obtida através do mesmo gerador. Após homogeneização, o sangue ozonizado foi transfundido ao animal pela mesma via. Este procedimento foi repetido duas vezes durante dois meses.

RESULTADOS

A extensa ferida rostral localizada no antímero direito entre o olho e narina, levantando suspeita clínica de habronemose cutânea pode ser evidenciada na figura abaixo pela fotografia do canto esquerdo, obtida no dia da chegada do animal. Observa -se grande área de destruição tecidual, acompanhada de necrose epitelial, com hemorragia e exposição de tecido subcutâneo em quase toda a lateral cefálica direita, com queda de pelos, exalando odor desagradável e estendendo-se longitudinalmente do chanfro nasal até a comissura ocular anterior, com comprometimento parcial da visão do olho direito que apresentava corrimento ocular mucopurulento. Surgimento de pequenos nódulos de consistência rígida, que apresentavam ao corte substância brancacenta, podiam ser observados com certa freqüência nos primeiros dias de tratamento. No estágio atual do tratamento, como pode ser evidenciado pela fotografia localizada no canto inferior direito, observou-se ausência de corrimento ocular e gradativa formação de tecido de regeneração em substituição à pele necrosada, com rápida redução da área afetada e, decorridos dois meses de tratamento, a regeneração tecidual e cicatrização de quase toda a superfície lesada apontaram para a cura clínica do animal.

CONCLUSÕES

Nas concentrações, posologia e vias de aplicações utilizadas, o tratamento mostrou-se eficiente na regeneração das lesões cutâneas do eqüino tratado no presente experimento. O tempo dispendido no tratamento até a fase atual de regeneração, bem como os custos terapêuticos, estão compatíveis com os procedimentos tradicionais de tratamento. Maiores estudos com vistas à padronização de posologia para este tipo de enfermidade devem ser incentivados.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

BOCCI, V. Ozone as a bioregulator. Pharmacology and toxicology of ozonetherapy today. Journal of Biological Regulators and Homeostatic Agents. 10( 2-3):31-53,1996.
BOWMAN, D.D., LYNN, R.C. Georgis’ parasitology for veterinarians. 7 ed. Sauders, Philadelphia, 1999.
DUNN, A.M. Veterinary helminthology, 2 ed., William Heinmann, London, 1978.
GASTHUY, F.M., VAN HEERDEN, M., VERCRUYSSE, J. Conjunctival habronemiosis in a horse in Belgium. Vet. Rec., 154(24):757-758. 2004.
LEVINE, N.D. Nematode parasites of domestic animals and man. Burgess, Minneapolis, 1968.
MOHAMED, F.H., ABU SAMRA, M.T., IBRAHIM, K.E., IDRES, S.O. Cutaneous habronemiasis in horses and domestic donkeys (Equus asinus asinus). Rev. Elev. Med. Vet. Pays. Trop. 42(4): 535-540, 1990.
SARTORI, H.E. Ozone the eternal purifier of the earth and cleanser of all living beings. Life Science Foundation, Flórida, 269p.,1994.
SOULSBY, E.J.L. Textbook of veterinary clinical parasitology. v.1. Helminths, Blackwell, Oxford, 1965.
SOULSBY, E.J.L. Helminths, arthropods and protozoa of domesticated animals. Bailliere Tindall, London, 1986.
TREES A.J., MAY, S.A., BAKER, J.B. Apparent case of equine cutaneous habronemiasis. Vet. Rec. 115(1):14-15, 1984.
VALACCHI, G., FORTINO, V., BOCCI, V. The dual actions of ozone on the skin. British Journal of Dermatology. 153:1096-1100, 2005


Endereços destes trabalhos da AHT na Veterinária:
http://autohemoterapia.orgfree.com/placebo.htm
e http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/placebo.htm

ARQUIVO PDF: http://autohemoterapia.orgfree.com/AUTOHEMOTERAPIA_veterinaria_1.pdf




Autohemoterapia cura Bezerro


Uso da Autohemoterapia na
Medicina Veterinária


Autohemoterapia NÃO tem efeito placebo



TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA

 
 

As fotos acima foram retiradas do Trabalho:
FONTE: http://www.upis.br/pesquisas/tcc/Julianne%20de%20Rezende%20Naves.pdf

TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA:
Área de Clínica Médica e Cirúrgica de Grandes Animais
Acadêmico: Julianne de Rezende Naves
Orientador: Dr. Hélio Blume
Supervisor: Dra.Flávia de Carvalho Lage
Dr. Carlos Henrique Saquetti
Brasília – DF
Junho, 2007

TEXTOS DO TRABALHO:

3.3.7.3. Autohemoterapia
Retira-se 10 ml de sangue venoso e imediatamente aplica-se por via intramuscular profunda, provocando um estímulo imunológico inespecífico que pode levar à queda das verrugas (MELO & LEITE, 2003).

Tratamentos:
Os animais foram submetidos a dois tratamentos: a autohemoterapia e a vacina autógena fabricada caseiramente, pode-se obter resultados satisfatórios quanto aos índices de melhora observados num período de 3 meses.

Casos clínicos de Papilomatose:
Fig. 5a :Papilomatose em forma de couve-flor
Fig. 5b: Início da autohemoterapia
Fig. 5c: Visão dorsal
Fig. 5d: Após 3 meses de tratamento

Apesar de se tratar de uma doença autolimitante, para cura destes animais foram administrados autohemoterapia no caso da bezerra e vacina autógena no caso da vaca com papilomas pedunculares nas tetas, obtendo-se resultados favoráveis contra a enfermidade como cita Melo (1996).

Endereços destes trabalhos da AHT na Veterinária:
http://autohemoterapia.orgfree.com/placebo.htm
e http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/placebo.htm

ARQUIVO PDF: http://autohemoterapia.orgfree.com/AUTOHEMOTERAPIA_veterinaria_1.pdf




VEJA TAMBÉM:

Relatos por doenças - Veterinária - AHT NENHUM efeito colateral


VEJA TAMBÉM:
Relatos por doenças: acnase, aftas, alergias, alzheimer, anemia, ansiedade, artrite, artrose, asma, autoimunohemoterapia, cancer, cancer_de_pele, cardiopatia, cistite, cistos, colesterol, colite, crohn, depressao, dermatite, derrames, diabetes, doenca_de_chagas, dor_de_garganta, dores, dores_na_coluna, enfisema, enxaqueca, epilepsia, erisipela, esclerodermia, espondilite, esteatose, estresse, feridas, fibromialgia, fibroses, fungos, furunculose, gastrite, glaucoma, gota, gripe, hemorroidas, hepatite, hernia_de_disco, herpes, hipertensao, histoplasmose, hiv, infeccoes, insonia, labirintite, leucemia, leucopenia, lupus, mal_de_parkinson, menopausa, menstruacao, micoses, mioma, na_odontologia, neurofibrose, osteomielite, osteoporose, penfigo, prisao_de_ventre, problemas_anestesia, problemas_circulatorios, problemas_de_pele, problemas_de_vista, problemas_estomacais, problemas_pulmonares, problemas_renais, psoriase, purpura, reumatismo, rinite, sindromes, sinusite, tiroide, toxoplasmose, trombose, tumores, varias_patologias, varizes, verrugas, virus_hpv

http://autohemoterapia.orgfree.com/autohemoterapia_wbm.htm#Links
http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/autohemoterapia_wbm.htm#Links

http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/doencas/links_completos.htm

Se você quiser ver MUITOS relatos sobre a AH, visite o site OM na seção: Resultado da primeira pesquisa virtual de Orientações Médicas sobre Auto-hemoterapia, escolha: POR VANTAGENS OBTIDAS: http://www.orientacoesmedicas.com.br/resultado_da_pesquisa_virtual_sobre_auto-hemoterapia.asp




VEJA TAMBÉM:
Relatos do uso da Auto-hemoterapia na Veterinária e Efeito Placebo:

http://autohemoterapia.orgfree.com/relatos_veterinaria.htm
http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/relatos_veterinaria.htm




VEJA TAMBÉM:
Auto-hemoterapia NENHUM efeito colateral:

http://autohemoterapia.orgfree.com/nao_achei.htm
http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/nao_achei.htm




Você também pode ajudar a Autohemoterapia


Você também poderá ajudar, registrando seu depoimento em Cartório. Me mande uma cópia escaneada por e-mail, e envie também uma fotocópia autenticada para:

Deixe também seu relato nos fóruns sobre a AH:
http://www.orientacoesmedicas.com.br/ver_opiniao.htm
http://inforum.insite.com.br/39550/
http://inforum.insite.com.br/66763/




Endereços desta página na internet


endereços
desta página:

RELATOS DA AUTOHEMOTERAPIA COM PROVAS DOCUMENTAIS
http://autohemoterapia.orgfree.com/aht_relatos_com_provas_documentais.htm
e
http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/aht_relatos_com_provas_documentais.htm

ARQUIVO .PDF: http://autohemoterapia.orgfree.com/aht_relatos_com_provas_documentais.pdf




Outros endereços sobre a Autohemoterapia


Vídeos sobre a Autohemoterapia:
http://www.youtube.com/marcelofetha
http://www.youtube.com/haroldoventura


Informações sobre a Autohemoterapia:
Página principal do site:
http://autohemoterapia.orgfree.com/
http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/


Autohemoterapia vista pelo Webmaster:
(artigos, relatos, links, comentários e opiniões pessoais)
http://autohemoterapia.orgfree.com/autohemoterapia_wbm.htm
http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/autohemoterapia_wbm.htm


Autohemoterapia (antiga página do Terra)
http://autohemoterapia.orgfree.com/pagina_terra.htm
http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/pagina_terra.htm


Fóruns sobre a AutoHemoterapia:
http://www.orientacoesmedicas.com.br/ver_opiniao.htm
http://inforum.insite.com.br/39550/
http://inforum.insite.com.br/66763/



Auto-Hemoterapia - Meu Sangue me cura.
Site do amigo Walter Medeiros, sempre com notícias recentes sobre a AH.
Espaço dedicado à divulgação da técnica que combate e
cura doenças com a retirada de sangue da veia e aplicação imediata no músculo.
Esta terapia vem salvando vidas há mais de cem anos:

http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia.htm






México reconhece a Autohemoterapia

 

IMPORTANTE SALIENTAR QUE O MÉXICO RECONHECEU PUBLICAMENTE A AUTOHEMOTERAPIA:

O Dr. Jorge González Ramírez, 3 Doutorados: Biologia Celular, Univ Nac do México; Biologia Celular, Univ Tübigen, Alemanha; Fisiologia Celular, Univ de Paris, França, foi quem mais avançou nos estudos da Autohemoterapia

E não foi preciso milhares de relatos de usuários beneficiados, nenhuma foto de comprovação de cura, nem o "tal" embasamento científico.

Apenas a PALAVRA do seu ÍDOLO-CIENTISTA, "A AUTOHEMOTERAPIA TEM 98/99% DE ÊXITO", fez com que o México reconhecesse a terapia.

Além de beneficiar toda a população do País, valoriza publicamente seus pesquisadores

O Brasil baseado apenas em suposições "absurdas", ignorando muitas provas contrárias, proibiu a prática da AHT, prejudicando milhões de pessoas.

Ameaça com punição os seus pesquisadores e enquadra em crimes os usuários da terapia.
Com adjetivos baixos, DESONRA publicamente um de seus maiores HUMANISTAS cassando-lhe ainda o Diploma de Medicina.


Curriculum Vitae do Dr. Jorge González Ramírez:
http://www.orientacoesmedicas.com.br/opiniao_integra.asp?cdg=2052&u=1986

FONTE: http://www.autohemoterapia.com/


veja também estes vídeos em:

REPORTAJE Auto Hemoterapia reconhecida no MÉXICO
http://www.youtube.com/watch?v=oCtUbADbUMs
http://www.youtube.com/watch?v=1I8EAdlIzFM
http://www.youtube.com/watch?v=LDk6-Hc4Z38

Reportagem do Fantástico sobre a Autohemoterapia:
http://www.youtube.com/watch?v=xMW8bWrUukA

REPORTAJE AHT TV MEXICANA 2
http://www.youtube.com/watch?v=4ai3gX78XVk
http://www.youtube.com/watch?v=7RNbPtFgBe0
http://www.youtube.com/watch?v=e6cy0tKD_eQ


19, 20 y 21 de Marzo del 2006-03-03 Museo Fuego Nuevo
Electricidad y diagnostico emocional. Los autoanticuerpos en Diabetes Mellitus DM 2 se negativizan con autohemoterapia.”Ing. Jose Ma.. Cedillo Salazar Asociación Mexicana para el diagnostico y tratamiento de enfermedades autoinmunes, A..C.
http://www.zaragoza.unam.mx/eventos/3congreso_medicina_trad/programa_iii_congreso.pdf


Más de 10000 médicos alemanes que utilizan y recomiendan el ozono a diario en su práctica médica.
http://biozone.tutiendaweb.net/tienda/index.php?main_page=page_2


Dr. Ramirez no México é um ídolo. Veja este agradecimento:

Queremos hacer público nuestro agradecimiento y afecto para el Dr. JORGE GONZALEZ RAMIREZ, maestro de muchos; y que gracias a su inteligencia como investigador, los médicos de la Asociación Mexicana para el Diagnostico y Tratamiento de Enfermedades Autoinmunes, contamos actualmente con esta importante arma terapéutica que nos ha permitido salvar muchas vidas.
http://www.clinicaaltai.com.mx/index.php?subseccion=1&sid=6




Listagem e Relatos de Auto-hemoterápicos - março/09



Olá autohemoterápicos(as)

Pessoal estou escrevendo uma carta resposta ao Senador Suplicy há 2 semanas. Será uma longa carta. E vamos nela contestar TODAS as alegações da proibição.   E como se contesta ou combate argumentos com argumentos contrários e lógicos, vamos perguntar ao Senador Suplicy, se ele acredita mesmo que a Autohemoterapia POSSA ocasionar riscos imprevisíveis a Saúde, como alegam os orgãos proibidores.

Então precisamos mandar uma lista de nomes, na carta resposta, das pessoas fazem AHT e há quanto tempo. (Vamos aumentar esta lista e PROVAR que eles dizem que riscos imprevisíveis PODEM acontecer mas NÃO ACONTECEM).

Poderiam por gentileza responder seus dados(*) para meu email [email protected]?

(*) NOME - CIDADE - ESTADO - TEMPO DE AUTOHEMOTERAPIA
Se conseguirem mais pessoas (dados), ajudará também.

Aguardando a ajuda de vocês.

REPASSEM

Dr. Luiz Moura - 82 anos - Rio de Janeiro RJ - desde 1943 - 65 anos em seus pacientes
Dr. Luiz Moura e esposa - 82 anos - Rio de Janeiro - há 28 anos neles próprios
Sr. Mario Ramos Moreira - 76 anos - Rio de Janeiro - RJ - desde 1956 - 53 anos
Haroldo José Ventura – 56 anos - Caçapava SP - 2 anos
Marcelo 51 anos - SP - 4 meses
Olivares Rocha 43 anos - Rio de Janeiro RJ - 2 anos
Sirlei Couto Cordeiro - 71 anos - Ponta Grossa PR - 2 anos
Paulo R. Rodrigues Magalhães - 52 anos - Salvador - Bahia - 1 ano e 8 meses
Kenia Vanessa Zuniga Gonzales Ventura - Caçapava - SP - 1 ano e seis meses.
Claudete Aparecida Leite da Silva - Caçapava - SP - 5 semanas.
Heliana Fujarra - Caçapava - SP - 5 semanas
Ivone Aparecida Santos Quinsan - Caçapava - SP - 2 anos.
Rafael 26 anos - SP - 4 meses
Marcio Tilico - 39 anos - Riberão Preto SP - 3 meses
Renato - 75 anos - SP - 3 meses
Marcos F - 60 anos - 4 meses
Dr. Vitor Médico 72 anos - 3 anos
Mirian Bovi Borba - 42 anos - Monte Carmelo MG - 3 meses
Guilherme Bovi Borba - 15 anos - Monte Carmelo MG - 3 meses
Tânea Cristina da Silva Caixeta Lima - 30 anos - Monte carmelo MG - 3 semanas
Fernando Osmarine Dadalto - 16 anos - Monte Carmelo MG - 3 meses
Idalva Antoneli Bovi - 64 anos - Monte Carmelo MG - 3 meses
Dalva de Fátima Tomaz - 60 anos - Monte Carmelo Mg - 7 semanas
Marlene Maria de Jesus - 52 anos - Monte carmelo MG - 3 semanas
Gabriel Rodrigues Silva - 17 anos - Monte Carmelo MG - 2 semanas
Lezir Maria de Freitas - 47 anos - Monte Carmelo MG - 1 mês
Lilian Sabino - 34 anos - Monte carmelo MG - 1 mês
Rosângela Aparecida Abadio da Silva - 46 anos - Monte Carmelo MG - 3 semans
Waldemar Bovi - 64 anos - Monte Carmelo MG - 2 meses
Elâine regina da Silva Caixeta - 29 anos - Unaí MG - 2 anos
Ronaldo Rodrrigues de Oliveira - 43 anos - Unaí MG - 4 anos
Alexandre Di Monaco e família - 37 anos - São Paulo - SP 3 meses
José Luiz Dutra - 76 anos - Salvador - Bahia - AHT há 2 anos:
Maria Fátima Bezerra Ferreira Lima - 64 anos - Brasilia-DF - 1 ano/4 meses
Teodomira Maria de Carvalho - 27 anos - Monte Carmelo MG - 1 mês
Taís Barbosa de Sousa - 14 anos - Monte Carmelo MG - 3 aplicações
fernando nunes 1 ano 53 anos 1955 portugal santarem
Valmir Cardoso - 46 anos - Itajaí, SC - 2 anos
Susana Consuelo Dias Cardoso - 36 anos - Itajaí, SC - 2 anos
Helenice Arruda/ 45 anos Rio Grande da Serra SP 3 semanas
João Luiz de Carvalho Mattoso - 53a. S.P. Capital - 2 anos
Pérola Rassi - 53a. S.P. Capital - 2 anos
Gabriel Rassi Mattoso - 15a. - 1a.e 6 meses
Karl Mesquita Leite - Natal, RN - 6 meses
Cleber Pinheiro Costa - Natal - RN - 6 meses
Valdira Câmara Torres Pinheiro Costa - Natal - RN - 6 meses
Alisson Câmara Torres Santiago - Natal - RN - 6 meses
Rosi Peres 42 anos- Porto alegre- RS- AHT a 1 ano e 11 meses
Iago Oliveira 6 anos- Porto Alegre- RS - AHT a 1 ano e 6 meses
Aluysio Marcos Robalinho de Azevedo - 53 anos - Petrópolis - RJ - 2 anos e 1 mês
Jorge Holanda Enta - 44 anos - há 5 anos
Eliania Gledes Andrade-Belo Horizonte-MG-01 ano e 10 meses
Joel Martini de Campos - São Paulo - SP - 23 aplicações, 59 anos
SIMONE REGINA PEREIRA MAZZUIA - 35 anos - UBATUBA SP - 1 ano e meio
ilidio b. guimarães, 67 anos, Brasilia - faço há mais de 2 anos
demézia m. guimarães, 67 anos, - Brasilia - há mais de 2 anos
Aparecida m da silva, 69 anos - Brasilia - há mais de 1 ano
Marli da Silva, 64 anos, 3 anos com a AH
Marcia Graziadio, 39 anos, 2 anos de AH
Joana Lucia, 60 anos, quase 19 meses de AH
Mario Julio Coutinho - 80 anos - Rio de Janeiro- RJ - 2 anos e 6 meses
MArlene Bastos - Goiânia (GO) - 5 meses de aht
Alessandra Bastos - Goiânia (GO) - 5 meses de aht
Allan Bastos - Goiânia (GO) - 3 semanas de aht
Leila Bastos - Goiânia (GO) - 2 meses de aht
Luciano da Silva - Goiânia (GO) - 3 semanas de aht
Paulo Sergio - Goiânia (GO) - 2 semanas de aht
Sirlene Oliveira - Goiânia (GO) - 2 semanas de aht
Ivone Aparecida Santos Quinsan - Caç apava - SP - 2 anos
Izabel Cristina da Costa - 42 anos- Parnanmirim RN - 6 anos
Rosi Peres 42 anos- Porto alegre- RS- AHT a 1 ano e 11 meses
Iago Oliveira 6 anos- Porto Alegre- RS - AHT a 1 ano e 6 meses
Heleno Antonio A. Magalhães - 30 anos - Floresta Azul - Bahia - 2 anos e 4 meses
Magno João A. Magalhães - 25 anos - Floresta Azul - Bahia - 2 anos e 2 meses
Valdenildo Bezerra Silva - 49 anos - Mossoró RN - 2 anos
Sílvia Maria Farias Cardoso - 45 anos - Salvador - Bahia - 1 ano e 8 meses
Filomena Franzese De Luca, 44 anos, São Paulo -capital - Faço AH há 1 ano
Jadir Cesar Casarotto( filha, e esposa, abaixo) - 39 anos - JÓIA, Rs - 22 aplicações semanais
Jeanine Milene Casarotto, 17 Anos, Márcia Beatriz Casarotto, 35 Anos
Dirce A.Ribeiro Sao paulo-Sp há 01 ano para tratamento de mioma / enxaqueca
eros soares de oliveira - 46 anos - sao paulo - eu pratico a auto hemo a 1 ano salvou a minha vida
Reinaldo Aureliano - 51 anos - vide relato na página anexa de Resumos de Relatos da Lista de Autohemoterápicos
Maria Alcione Forattini,61 anos de Governador Valadares,MG;sou usuaria da A.H. desde Fev./08
RENATO ZORZI -São Paulo-SP- 53 anos - 23 aplicações
SÍLVIO S. CARVALHO - São Paulo-SP- 80 anos - 23 aplicações
LUIZ PEREIRA TORRES - São Paulo-SP- 70 anos - 60 aplicações
Ademir Loureiro da Silva Blumenau-SC desde 19 de abril de 2007


RESUMOS DE RELATOS DA LISTA DE AUTOHEMOTERÁPICOS:


Algumas pessoas além de enviarem seus dados, também fizeram um breve resumo dos benefícios obtidos.


Altiva da Silva Coimbra - 82 anos - Cariacica -ES - desde 30/05/2008
- matou um câncer (basocelular), melhorou a pele e a função cardíaca, entre outros benefícios. Aplicações de 10ml, de 5 em 5 dias.


Valdenildo Bezerra Silva - 49 anos - Mossoró RN - 2 anos
Cessaram todas as minhas alergias e não gripo mais. Me sinto ótimo. Não paro mais.


José Luiz Dutra - 76 anos - Salvador - Bahia - AHT há 2 anos:

- Acometido de Doença de Crohn há 10 anos; cicatrização das ulceras, desaparecimento de polipos após 24 semanas de tratamento. (relato contém comprovação fotográfica. colonoscopias antes e depois, que comprovam a doença e a cura)
http://autohemoterapia.orgfree.com/joseluiz.htm e http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/joseluiz.htm


FAZ USO DA AH, HÁ 53 ANOS, DESDE 1956:
Mario Ramos Moreira - 76 anos
- Iguaba Grande - Rio de Janeiro
Orientações Medicas:
http://www.orientacoesmedicas.com.br/opiniao_integra.asp?cdg=1754&u=13
Sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009 - 10:19:00
Sou favorável,tanto que uso autohemoterapia há mais de 53 anos,precisamente, a partir de 1956, quando, por complicações clínicas diversas,sofri queda de minhas defesas imunológicas; recorrendo ao insígne médico militar Dr. Hermínio de Macedo, já falecido, prescreveu e aplicou-me, esse tratamento alternativo quer estabelece a atividade do sistema imunológico, elevando os glóbulos brancos de 5%,taxa normal, para 22%, taxa estimulada pela aplicação da autohemoterapia,sem qualquer sequela,já que, o sangue do paciente é inocula do de modo intramuscular,agindo como "corpo estranho" no organismo, provoca a excitação do SR(sistema retículo-endotelial), que então resultará na eliminação de quaisquer outros "elementos endógenos" hospedados no nosso organismo,por tempo variável,conforme a dosagem e duração do tratamento! Este método já é consagrado na Medicina Veterinária,pelos excelentes resultados obtidos nos "Jockeys Clubs", Londres e Brasil, nas fazendas reprodutoras e clínicas Pet.Os que se fecham à pesquisa e ao estudo da autohemoterapia revelam má vontade e se esclarecerem,são contra por motivos óbvios.Tenho 76 anos,saudável e forte! Chega para convencer? Não uso drogas,não fumo,nada que possa interferir na ação da autohemoterapia, não é que seja proibido, mas, por decisão própria, para o melhor aproveitamento e resulta desse tratamento!


Segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009 - 17:36:01
Sr. Mario,
Li seu depoimento e me senti na obrigação, tambem, de comentar sobre a Auto Hemoterapia. Quando o senhor começou a usa-la em 1956 eu tinha 03 anos de idade. Hoje estou com 55 e lastimo não ter conhecido essa terapia maravilhosa há mais tempo. Hoje, com certeza, eu teria a saude que o senhor tem.
Comecei a aplicar a AHT há 02 anos e meio. Os resultados são inacreditáveis. Hoje, sem problemas alérgicos respiratórios, pressão arterial normal, colesterol normal, gripes e resfriados nunca mais, recomendo a todas as pessoas que sofrem com doenças cronicas e auto-imunes.
Um grande abraço.
Haroldo Jose Ventura
55 anos - Caçapava - SP


Joel Martini de Campos - São Paulo - SP - 23 aplicações, 59 anos.

Hepatite C - 2007, setembro/2008, baixa nas plaquetas, esteatose hepática leve, artrose, coceira nas pernas que são provocadas pela hepatite de 20 anos.Começo das aplicações novembro/2008. Exames feitos em fevereiro/março/2009 - Plaquetas elevaram de 175.000 para 223.000, artrose desapareceu, também a coceira. O incrível a esteatose hepática leve foi devorada pelos macrófagos não havendo mais gordura no fígado conforme ultrassonografia. Farei um relato completo e enviarei para você com carta e copia dos exames, podendo colocar na internet no site. Abs, JOEL.


Mario Julio Coutinho -Rio de Janeiro- RJ - 2 anos e 6 meses.

Quinta-feira, 5 de julho de 2007 - 14:25:03
Fiz aqui neste fórum o seguinte comentário:
------------------------------------------------
Por que minha médica me aconselhou a fazer, e já faço há mais de 3 meses e estou me sentindo muito bem, depois que me consultei com o Dr. Luis Moura que me prescreveu este tratamento, bem como me receitou o uso de Cloreto de Magnésio, e outra fórmulal de Minerais.
Mario Julio Coutinho

79 anos - Rio de Janeiro -R. Félix da Cunha, 42/405-Tijuca-
------------------------------------------------------
Hoje reitero meu comentário com as informações que seguem:
Tive obstruções de arterias em 2001, tendo feito várias Angioplastias com colocão de
Stents, e depois de iniciar o tratamento de Autohemo, as obstruções paralisaram
estando sobre controle nos meus exames de sangue feitos periodicamente com
excelentes resultados. Estou com 80 anos de idade completados em Junho de 2008.
Mario Julio Coutinho 80 anos - Rio de Janeiro / RJ


Marli da Silva, 64 anos, 3 anos com a AH
- controla asma e hipertensão;
Marcia Graziadio, 39 anos, 2 anos de AH. controla depressão, TPM, plaqueotopenia leve, enxaquecas, aftas, cólicas menstruais, gripes;
Joana Lucia, 60 anos, quase 19 meses de AH. controla hipertiroidismo, menopausa, tumores benígnos de garganta e seio estão diminuindo, após o uso da AH.
Se souber mais casos repasso. Parabéns pela idéia. Se quiser, pode colocar meu e-mail . Peça permissão aos outros também... OLIVARES ROCHA


Sou 1º Sgt da Polícia Militar do Rs, estou fazendo hemoterapia por conta, não lembro a data de início, mas estou na 22 segunda aplicação, agora dando espaços maiores, fiz 16 aplicações de sete em sete dias, agora faço aleatória, quando aco que posso pegar um resfriado aplico, assim fazendo em minha esposa e filha, então pode colocares o meu nome em sua lista, que pelo que entendi estas fazendo uma. JADIR CESAR CASAROTTO, 39 ANOS, JEANINE MILENE CASAROTTO, 17 ANOS, MÁRCIA BEATRIZ CASAROTTO, 35 ANOS, moramos na Cidade de JÓIA, Rs. Todos nós tivemos benefícios com AH, sem nem uma complicação, a não ser a picada da agulha é claro, rsrsrsrsrsrs. Mas muitos beneficios.......Um abraço e parabéns por tentarem legalizar essa pratica.
1º Sgt Jadir Cesar Casarotto
Comando Regional de Policia Ostensiva Missoes


Dirce A.Ribeiro Sao paulo-Sp
há 01 ano para tratamento de mioma / enxaqueca

Terça-feira, 24 de março de 2009 - 12:58:24
eu pratico a auto hemo a 1 ano salvou a minha vida ;tinha colesterol acima de 1800 total triglicerides.tenho problema de hernia de disco , e de tanto tomar antienflamatoriopara coluna ,que os medicos mandaranme causou danos renais. obs."pois os medicos sabem que o uso de antienflamatorio prejudica os rins,e causa danos renais . e eles justifica que e´custo beneficios, quer dizer que se não fazer mau tudo ben, mas fiser ai comessa um novo tratamento .e ai que é voce nunca sara pois é lucrativo para os laboratoriosvoçe ficar tomando remedios deles."pois larguei todos os remedio que estavam me fazendo mal. e comecei a auto hemo, pois estou quase curado , os meus rins voutou quase normal ,meu colesterol abaixou de 1800 para 300 em 3 meses ,proteinas na urina de 0,585 negativou, creatinina de 2,0 baixou para 1,4e tudo que estava me matando esta voltando ao normal,é um tratamento otimo não paro enquanto não me curar totalmente,detalhes ! tamben fiz uma revoluçaõ alimentar e uma deita balanciada como de tudo mas com sabedoria ,eu acho que este tratamento deveria ser empregado para as pessoa nessecitado e quen não tem acessos a medicina ;e que deveria ser legalizada e ser aplicadacomo alternativa de tratamento.
eros soares de oliveira - 46 anos - sao paulo
http://www.orientacoesmedicas.com.br/opiniao_integra.asp?cdg=1998&u=14


Orientações Médicas:
Segunda-feira, 8 de dezembro de 2008 - 18:23:38
Rio de Janeiro, RJ, 08 de dezembro de 2008.
Prezado Senhor,
Boa tarde, como está? E a sua família?
Eu sou a favor da Auto-Hemoterapia, e eu sou um paciente deste método, com resultados positivos.
No ano de 1974, com 17 anos, estava com o rosto todo coberto por acnes purulentas. E, durante uma consulta médica, o médico de plantão, após alguns exames e procedimentos, me questionou se eu estava disposto a efetuar uma tentativa em um método, denominado AUTO-HEMOTERAPIA, para eliminar ou atenuar a situação que vinha enfrentando com a ACNE. Eu aceitei. E, prescreveu alguns remédios para dentro de alguns dias iniciar os procedimentos do referido método.
E, assim o fizemos. E, na data prevista, foi iniciado o referido tratamento, e ao final do período previsto e programado, eu estava totalmente livre de acnes, e a pele de meu rosto, lisa, totalmente lisa e sem quaiquer tipos de cicratizes ou marcas.
Sou prova cabal e fiel da eficácia deste método.
Reinaldo Aureliano - 51 anos


Prezado Marcelo,
Bom dia, Como está? E a sua família?
Inicialmente, eu desejo lhe agradecer a sua rápida resposta a minha mensagem. Desde já, Muito Obrigado.
Sim, eu poderei registrar o meu depoimento, e lhe enviá-lo, para ser apresentado ao Dr. Luiz Moura. Conte com a minha colaboração.
O mais interessante desta situação, é que o motivo pelo qual eu fiz pesquisas na rede, por sugestão de um amigo de São Paulo (onde resido), e encontrei o nome do Sr. Dr. Luiz Moura.
Este amigo, me comentou do Dr. Luiz Moura, depois que informei o motivo por eu estar no Rio de Janeiro, a minha mãe está com sintomas de MAL de ALZHEIMER, e está avançando, a cada dia. E, ele citou o senhor Luiz Moura. Eu lhe respondí que, no ano de 1975, eu fui submetido a este tratamento, para eliminar as acnes em meu rosto. E, o mesmo foi muito bem sucedido.
Eu apresento o meu desejo de agendar uma consulta com o Dr. Luiz Moura, e na oportinadade, comentar sobre os sintomas que a minha mãe está vivenciando, e quais são as reais possibilidades de aplicar a AUTOHEMOTERAPIA, no caso dela.
Ficarei aguardando quaisquer tipos de contatos de sua parte.
Sem mais para o momento.
Desde já, Muito Obrigado.
Saudações Fraternais.
REINALDO AURELIANO


Maria Alcione Forattini,61 anos de Governador Valadares,MG
;sou usuaria da A.H. desde Fev./08 devido a um problema crônico (broquite-asmatica) e me sinto hoje agraciada pela cura,pois desde Setembro passado que não tomo mais cortizona,sinto-me curada mas continuo com o tratamento que so bem nos faz.


Data: 30/03/2009 21:57
De: Ademir Loureiro da Silva
IP: 201.67.191.198
Assunto: Comentário
Prezado Olivares, aplico a AH, desde 19 de abril de 2007, em abril, 19/2009, completar-se-a dois anos asseguro à todos as pessoas interessadas na técnica, que:
1. A técnica não tem contra-indicação.
2. Reforça o sistema imunológico
3. Os resultados que obtive, são satisfatórios
4. Todas as informações referente a mesma procedem, e cada caso, tem resultados.
5. Não é milagre, é nescessário ser persistente.
Pessoas como V.Sa., com interesse puro para benefício das pessoas, e difundindo a AH, em algum momento são reconhecidas, aconselhos as pessoas, e indico, para fazerem. Mas solicito que vejam o DVD do Dr. Luiz Moura, e concluam por si mesmas, se devem ou não proceder nas aplicações.
Congratulações por seu esforço e trabalho em prol do AH. Abraços.
A.Loureiro
Blumenau-SC






Livreto sobre a AHT compilado por Olivares Rocha



Para
quem procura maiores informações sobre a AH, o Sr. Olivares Rocha, 43 anos RJ, enviou para mesmo o fórum acima mencionado, tudo o que achou em mais de 1,5 ano de pesquisas diárias. O artigo foi postado na quinta-feira, 9 de outubro de 2008 - 18:50:56, e pode ser visto em:
http://www.orientacoesmedicas.com.br/Auto-Hemoterapia_em_prática_por_Olivares_Rocha.html
ou baixando-se o arquivo:
http://autohemoterapia.orgfree.com/Auto_Hemoterapia_em_pratica_por_Olivares_Rocha.pdf
ou arquivo atualizado, e com fotos: http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/AH_Livreto_Olivares_Rocha.htm
ou baixe o arquivo: http://www.rnsites.com.br/HTML_AH_Livreto_Olivares_Rocha.zip


Regiões (locais) corretos para aplicações de Autohemoterapia: figuras que mostram onde estão os deltóides(braços) e glúteos(nádegas). http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/locais_aplicacoes_ah.htm






Outras Matérias sobre a Autohemoterapia



Dr. Luiz Antônio Franco da Silva: Professor Adjunto. Doutor. Departamento de Clínica. Escola de Veterinária/EV. Universidade Federal de Goiás/UFG. IMPLANTE PEDICULADO DE PAPILOMAS CUTÂNEOS E AUTOHEMOTERAPIA NO TRATAMENTO DA PAPILOMATOSE BOVINA. Veja a íntegra:
http://www.orientacoesmedicas.com.br/opiniao_integra.asp?cdg=2093&u=2027

A prof. Telma Geovanini esclarece importante questão!
NÂO HÁ DIFERENÇA NOS MECANISMOS DOS SISTEMAS IMUNOLÓGICOS ENTRE ANIMAIS RACIONAIS E IRRACIONAIS:
http://www.orientacoesmedicas.com.br/opiniao_integra.asp?cdg=1966&u=1901



Denúncia
de crime à Procuradoria da República contra a Anvisa e o CFM de proibir a auto-hemoterapia.
"Jornalista capixaba DENUNCIA O CRIME da Anvisa e do CFM de proibir a auto-hemoterapia à Procuradoria da República: Ubervalter Coimbra, brasileiro, jornalista, Itaquari, Cariacica (Região Metropolitana da Grande Vitória), no Espírito Santo, no exercício da Cidadania vem denunciar a esta autoridade, pelo crime de afronta à Constituição Federal (CF/88), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), por sua Nota Técnica Nota Técnica nº 1, de 13 de abril de 2007, e o Conselho Federal de Medicina (CFM), pelo seu Parecer Nº12/07, que visam impedir os brasileiros de usar a auto-hemoterapia." (este arquivo contém muitas informações, e vários links), por Valter 58 anos - Vitória - ES - terça-feira, 4 de novembro de 2008 - 18:25:30 - http://www.orientacoesmedicas.com.br/opiniao_integra.asp?cdg=1380&u=15 ou
http://autohemoterapia.orgfree.com/denuncia_de_crime.htm e
http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/denuncia_de_crime.htm
ou baixe o arquivo: http://autohemoterapia.orgfree.com/denuncia_de_crime.pdf



Recurso
do Jornalista Ubervalter Coimbra: Fiz recurso à Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, em Brasília, contra o arquivamento da denúncia contra a Anvisa e o CFM. Na PR-ES, o protocolo é o de nº 2008.027700, de 09/12/2008. Os endereços para acesso ao texto da denúncia inicial estão no final. Ubervalter.
Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão: Brasília - DF
Att: Subprocuradora-Geral da República, mestre em Direito Gilda Pereira Carvalho.
Veja na íntegra em: http://www.orientacoesmedicas.com.br/opiniao_integra.asp?cdg=1515&u=203
ou http://autohemoterapia.orgfree.com/recurso_arquivamento.htm e http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/recurso_arquivamento.htm



CARTAS DE APOIO:
Manifeste seu apoio aos que lutam em favor da Auto-Hemo:

CARTAS AO SENADOR SUPLICY: Manifeste seu apoio aos que lutam em favor da Auto-Hemo:



Proibição da auto-hemoterapia vista como “equívoco”
no Congresso de Enfermagem: Os efeitos da Auto-hemoterapia foram comprovados novamente, desta vez através de seis trabalhos científicos apresentados no 10º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem. As informações estão nos anais do evento - realizado de 3 a 6 de setembro de 2007 no Rio de Janeiro – que estão sendo disponibilizados na internet. As pesquisas mostraram que a técnica é eficaz e apresentam recomendações para que as autoridades regularizem a sua prática no Brasil.: http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-enf.htm ou http://www.orientacoesmedicas.com.br/opiniao_integra.asp?cdg=1406&u=1352 ou baixe o arquivo: http://autohemoterapia.orgfree.com/Proibicao_da_auto_hemoterapia_vista_como_equivoco
_no_Congresso_de_Enfermagem.pdf



ESTUDO
DA EFICÁCIA DA AUTOHEMOTERAPIA. UMA ANÁLISE DE CASOS CLÍNICOS:
GEOVANINI, Telma – MSc. Enf. – Autora e Relatora
Mestre em Enfermagem UNIRIO
Especialista em Fitoterapia – UFLA-MG
Professora e Coordenadora do Curso de Enfermagem da UNIPAC-JF
Professora da Faculdade de Medicina da UNIPAC-JF
Pesquisa descritivo-exploratória com abordagem quanti-qualitativa do tipo estudo de caso, que acompanha e relata o processo de pacientes submetidos a autohemoterapia (AHT)...Casuística: (63%) referiram redução da intensidade dos sintomas, (31,3%), referiram remissão total dos sintomas - (5,7%), não apresentaram alteração dos sintomas. Não foi registrado e não houve queixas quanto a efeitos colaterais ao tratamento e efeitos adversos das aplicações por nenhum dos pacientes.
http://autohemoterapia.orgfree.com/estudo_da_eficacia_da_autohemoterapia.htm
e http://www.geocities.ws/autohemoterapiabr/estudo_da_eficacia_da_autohemoterapia.htm



MONOGRAFIA AUTO-HEMOTERAPIA de MARIA CLARA SALOMÃO E SILVA,
UNIVERSIDADE PRESIDENTE ANTONIO CARLOS FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE - CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM, Orientadora: Prof. Ms. Enf. Telma Geovanini - BANCA EXAMINADORA: Prof(a). Ms. Enf. TELMA GEOVANINI, Prof. Ms. MARCO AURÉLIO VEIGA DE MELO e Dr. MANOEL MOZART NORBERTO - JUIZ DE FORA MG - 2006. baixe o arquivo: http://autohemoterapia.orgfree.com/MONOGRAFIA_AUTOHEMOTERAPIA
_MARIA_CLARA_SALOMAO_E_SILVA_2006.pdf



Protocolo de Autohemoterapia: prof. Msc. Enf. Telma Geovanini
. É importante que, antes das aplicações, o paciente passe por uma avaliação, onde será colhida através de anamnese a sua história atual e pregressa, e realizado seu exame físico completo, fazendo-se a indicação precisa do caso. : baixe o arquivo: http://autohemoterapia.orgfree.com/PROTOCOLO_DE_AUTOHEMOTERAPIA_Prof_Telma_Geovanini.pdf



Entrevista a Radio Câmara o Médico DR. PAULO VARANDA
mostra , que ao contrário do que diz a Anvisa e os Conselhos de Medicina, há trabalhos científicos recentes sobre a AH, técnica conhecida há 100 anos e que nunca teve 1 só caso de problemas, somente de curas, http://www.camara.gov.br/internet/radiocamara/default.asp?selecao=MAT&Materia=49774
http://br.video.yahoo.com/watch/6457862/16743934
PARTE 1: http://www.youtube.com/watch?v=KQfm_DvP9S4
PARTE 2: http://www.youtube.com/watch?v=Is_eumv0drc



Vídeos
sobre a Autohemoterapia no Youtube: Vídeo explicativo da Enfermeira Ida Zaslavski, especialista com 15 anos de experiência em Autohemoterapia, mais dois importantes relatos de usuários da terapia: http://www.youtube.com/watch?v=VQSB2GITSvY



Auto-hemoterapia e a visão dos seus usuários

Autor(es): BANDEIRA,Andrea Gonçalves; SILVA, Danubia Andressa da; LEÃO, Janaína Urrutia;
PASQUALOTTO, Luciana; SILVA, Vanessa Alvez da; FERNANDES, Verônica
Apresentador: Janaína Urrutia Leão
Orientador: Claudia Turra Magni
Revisor 1: Denise Gamio Dias
Revisor 2: Claudia Medeiros Centeno Gallo
Instituição: Universidade Federal de Pelotas
http://www.orientacoesmedicas.com.br/opiniao_integra.asp?cdg=2082&u=2016



AUTO-HEMOTERAPIA
NA 98 FM (REPÓRTER 98 – 12.02.2009).
Um dos entrevistados foi o amigo jornalista Walter Medeiros, e também o Sr. Célio que curou um cancer de intestino com a autohemoterapia. O link com a transcrição da entrevista é: http://www.rnsites.com.br/auto-hemoterapia-entrevista.htm
Ouça a entrevista:
http://br.video.yahoo.com/watch/6457884/16744035
IMPORTANTE: Nesta entrevista o Dr. Walter Medeiros cita o caso de um portador de Hepatite C que ganhou junto ao Supremo Tribunal Federal, o Direito de se tratar com a Autohemoterapia.
também no link: http://www.orientacoesmedicas.com.br/opiniao_integra.asp?cdg=2102&u=2036



RÁDIO JORNAL REPORTAGENS:
1) POLÊMICA - Dr. João Veiga esclarece questões sobre auto-hemoterapia,
Veja também o vídeo em : http://www.youtube.com/watch?v=MqIIr7_S-wY

2) SAÚDE - O médico Dr. Luiz Moura explica como funciona a auto-hemoterapia,
http://jc.uol.com.br/radiojornal/audios.php?mode=busca&palavra=AUTO-HEMOTERAPIA&busca=1&x=7&y=3VEJA VIDEOS DO Dr. MOURA NO YOUTUBE



Transcrição do DVD sobre Auto-Hemoterapia no link:
http://docs.google.com/View?docid=dct4j2gb_5dd7s64
ou baixe o arquivo, Atualizado e Revisado em 25 de abril de 2007:
http://autohemoterapia.orgfree.com/contribuicao_para_saude_com_Dr_Luiz_Moura.zip
http://autohemoterapia.orgfree.com/traducoes/transcricao_DVD_AHT_Portugues.doc
http://autohemoterapia.orgfree.com/traducoes/transcricao_DVD_AHT_Portugues.zip


Fóruns de discussão sobre a Autohemoterapia:
http://inforum.insite.com.br/39550/.html e http://inforum.insite.com.br/66763/