Minha Última Conversa
Neste Plano Com o
Frater Hugo Barreto Lins

por Macarlo

Hugo Barreto Lins, F.R.C., Membro da Hierarquia Esotérica da AMORC, estudando no Plano 4, fora coroinha na adolescencia e conhecia latim admiravelmente. Em sua última visita ao local em que vivo, Hugo me disse estar convencido de que "existiam vínculos concretos e indissolúveis entre a Ordem Rosacruz e a Ordem de São Bento" e declarou que não era por mera coincidência que a mesma sigla (OSB) era usada para duas designações tão diferentes. Ele já havia me contado, muito antes, que fazia seu período semanal de Sanctum no lar tendo como fundo musical canto gregoriano (na ocasião dei-lhe de presente uma fita com cantochão da Ordem dos Exorcistas da Igreja Católica Apostólica Romana).

Como místico, Hugo Barreto Lins foi sempre membro de uma única Ordem Iniciática, a AMORC, porque, como me disse, enfatizando, na AMORC estava tudo aquilo de que ele precisava para evoluir, não havendo necessidade de buscar conhecimentos adicionais em quaisquer outras organizações ou fraternidades. Foi dentro da vivência deste ideal tão puro e sincero que Hugo Barreto Lins, na casa dos 70 (e parecendo ter menos de 50) assumiu funções de Oficial na Loja Niterói, exercendo praticamente todos os cargos, da Secretaria eventual a Mestre-Auxiliar e, finalmente, Mestre. Lembro-me como se fosse hoje que imprimi a seu pedido, a cores e ilustrado, o Credo Rosacruz do Dr. Harvey Spencer Lewis. Hugo colocou-o, enquadrado, na Sala do Mestre, e ele ali ficou durante todo o seu bem sucedido e profícuo Mestrado, repleto de harmonia, paz e crescimento espiritual e material para a Loja Niterói.

Após seu excelente e exemplar Mestrado, Hugo foi também Mestre dos Artesãos, ou seja, Mestre do Círculo Especial de Membros da Hierarquia Esotérica, que existe em todas as lojas da AMORC.

Através de seus estudos na AMORC Hugo Barreto Lins desenvolveu um método alimentar baseado em mel, coalhada e outros itens que não citarei e através deste sistema conseguia manter uma aparência sempre jovem e permanente bom-humor.

Hugo Barreto Lins era um homem muito direito, desses que se acaso encontrasse uma pasta com 100 mil dólares dentro esquecida em algum lugar iria sair por aí procurando o dono, até encontrá-lo para entregar-lhe o achado, sem nada pedir em troca, nem mesmo um "muito obrigado" .

Hugo era um homem de mente aberta, sabia que no mundo de hoje seria impossível se viver sem informática e lá foi ele tomar os primeiros contatos com os aparentes mistérios do computador, no curso do também Rosacruz Mario Esteves, ex-Mestre da Loja Niterói. Quando foi colocado diante da enxurrada de informações sobre ordens esotéricas, inclusive a AMORC, jogada na Internet por milhares de pessoas de todas as índoles,  e com as mais variadas intenções, não se abalou com nada do que pode ler, porque sua fé não era uma fé cega que pudesse ser solapada por sensacionalismos ou revelações bruscas: vinha do conhecimento interior adquirido através da persistência no Sanctum.

Lembro-me de que, em nossa última conversa, Hugo me provou por A mais B que esta organização hoje em dia chamada AMORC foi realmente fundada pelo Faraó Akhenaton, nas Escolas Iniciáticas de Mistérios do Egito. E foi assim, com essa crença firme e inabalável, que Hugo Barreto Lins fez a Grande Iniciação em 8 de abril de 2001, deixando no Plano Objetivo não um vazio mas um exemplo a ser seguido por todos os Rosacruzes. Foi um homem que jamais discutiu o sexo dos anjos ou jogou conversa fora em divagações diletantistas. Para ele, o misticismo, melhor dizendo, mais especificamente, o Rosacrucianismo, nunca foi um hobby: para ele, ser Rosacruz era uma profissão de fé, que levou do começo ao fim com o mesmo nível de seriedade, sempre demonstrando grande humildade ante o desconhecido e grande tolerância para com os humildes, sem jamais ser servil aos poderosos. Assim foi sua vida, que acompanhei por longos anos, e da qual pude tirar vários exemplos de conduta ante variadas ciladas do dia-a-dia. Brevemente nos reencontraremos, em outro Plano, e estou feliz por ter ficado aqui até hoje, podendo escrever estas linhas - não um panegírico a um amigo, mas um ato de reconhecimento ao valor de um Rosacruz verdadeiro.

Hugo Barreto Lins é um desses homens que não morrem; passam para um Plano Superior, promovidos por sua própria excelência como seres humanos.

 


[RETORNAR] [ALTO]

 

Hosted by www.Geocities.ws

1