rose-divider.gif - 5598 Bytes

Ordem Rosacruz
Portal do Terceiro Milênio

Pequeno Estudo Sobre
os Fractais da Cruz

Vicente Velado, OSB (*)
 Abade da Ordo Svmmvm Bonvm
 Zelador da Sancta Ordo Exorcista

"Nos autem gloriari oportet, in cruce Domini nostri Iesu Christi: in quo est salus, vita, et resurrectio nostra: per quem salvati, et liberati sumus."
Sacrum Triduum Paschale - Passionis et Resurrectionis Domini
(Missa Vespertina in Cena Domini)

Fratres e sorores da Rosa+Cruz: Saudações em todas as pontas do Sagrado Triângulo.

De uma maneira geral - porque há exceções - os homens supõem que existem seres superiores (guias espirituais, mestres, anjos etc) que se preocupam em proteger e ajudar a humanidade. "Assim como é em cima, é em baixo" dizem os místicos, referindo-se a uma lei, a Lei do Fractal. Realmente, se você, homem que crê naqueles seres, se preocupa sinceramente com alguma forma de vida tão equidistante da sua como a sua está para a daqueles entes superiores, a Lei do Fractal vigirá.

Em outras palavras: se você se interessa, sincera e desinteressadamente, em ajudar criaturas como formigas, bactérias etc, existe motivo para que formas de vida superiores à sua se preocupem também em ajudar você na sua caminhada terrena, sincera e desinteressadamente.

Esta é a Lei: "Assim como é em cima, é em baixo".

Os homens querem nào apenas o tripé básico da felicidade - saúde, paz e prosperidade -, mas seus atributos superiores - luz, vida e amor - e, mais ainda, seus corolários: sucesso, reconhecimento, fama, poder, honrarias, glória e proclamação.

Acautelai-vos, homens desejosos de tantos predicados e aposições, porque todos vós viestes do pó e ao pó retornareis. Apenas vossas criações mentais sobrarão após a vossa curta passagem pela face da Terra. Vossas personalidades - ou seja, a maneira pela qual cada um se comportou, refletindo a Luz da Vida - sobreviverão apenas como experiência, uma memória gravada no Cosmos Transcendental.

Um estudo fascinante para os Rosacruzes é justamente o estudo dos fractais - matéria para encher dezenas e dezenas de monografias. O fractal da cruz é sobremaneira interessante e demonstra como o símbolo da interseção da dualidade - duas linhas que se cortam ao meio (exatamente ou não) - se desdobra criando egrégora.

EM CIMA

EM BAIXO

Na primeira figura à esquerda (Fig. 1) é vista a cruz simples propriamente dita, a inicial e mais elementar, a originadora. Na figura seguinte (Fig. 2) a Lei do Fractal se exerceu e agora o que se vê é um emblema sagrado, usado pela cristandade. Note-se que neste emblema cada ponta da cruz inicial se desdobrou em três, perfazendo um total de 12: tem-se aí o arcabouço da cruz lobulada Rosacruz, e mais, os 12 Graus do Templo, que conduzem aos Planos. Na terceira figura (Fig. 3), o emblema sagrado, em nova fractalização, tornou-se o sinete do poder esotérico. Finalmente, na quarta figura (Fig. 4), sempre pela Lei do Fractal, eis a Egrégora da Cruz.

 Tem-se, então, que a dualidade, pela Lei do Fractal (e também pela Lei do Triângulo) gera o Emblema Sagrado. Seria o mesmo que dizer: a consciência na matéria cria a idéia de Deus. O Emblema Sagrado, por sua vez, institui o Poder Temporal/Intemporal, ou seja: na alquimia da sublimação da dualidade transcende-se a esfera da manifestação na matéria. E o Emblema Sagrado, finalmente, irradia a Egrégora, da qual todas as cruzes fazem parte: todos são um.

 Este simbolismo aqui exposto, antes de representar qualquer manifestação particular - como a de uma ordem iniciática, por exemplo - representa a manifestação geral da Vida, com sua unidade, seu Deus, seu Poder e sua Egrégora, na qual todos são um. Por aí se demonstra que aquele que ajudou o inseto será auxiliado pelo anjo.


 Nota dos Editores:

(*) O Frater Vicente Velado, eremita da Ordem Beneditina, integra a Hierarquia Esotérica da AMORC , da qual é membro vitalício. Este artigo representa opinião pessoal sua e não opinião oficial da AMORC.

Leia a entrevista do Frater Velado: "Como me Tornei Eremita"

rose-divider.gif - 5598 Bytes

 [ALTO]  [RETORNAR]

Hosted by www.Geocities.ws

1