Biografia       Discografia       Letras       Fotos       Links       Contato       Livro de visitas       Home      


Esta é a tradução do chamado "Monólogo do Nick", que é uma gravação disponível no bootleg triplo "Time Of No Reply", onde Nick fala sozinho. A qualidade é ruim e em algumas vezes não é possível entender o que ele diz. A data da gravação é incerta, mas parece ser do final dos anos 60.

Boa noite... ou devo dizer, bom dia. A hora é vinte e cinco para as cinco e eu estive sentado aqui por algum tempo, na verdade, (...) de uma festa que eu gostei bastante, mas você sabe, é... Alguém tem suas reservas quando tem curtido bastante, mas alguém tem que fazer reservas porque... As pessoas estavam particularmente interessantes. Na verdade, havia menos pessoas lá do que eu esperava, foi, eu pensei... você sabe, os Maynard-Mitchells tem um grande, grande "faça". Na verdade não havia muitas pessoas quanto alguém teria imaginado, o que foi uma pena.

Na verdade eu acho que bebi muito, ou ao menos parece que sim. Na hora eu me sentia bem sóbrio, mas quando pulei no carro para dirigir de volta pra casa, depois do meu feliz abandono, eu achei a tarefa extremamente difícil. E foi de muita sorte não haver nada mais na pista porque, olhando pra trás, eu acho que tive um colapso nervoso. Não consegui perceber na hora, mas acho que dirigi todo o caminho de volta pra casa do lado direito da pista... O que é algo, claro, que vem de se dirigir muito na França, o que é algo que eu tenho feito muito, recentemente, como você provavelmente sabe... dirigir na França, você sabe. E em momentos de estresse, como foi essa jornada pra casa, alguém esquece tão facilmente as mentiras, a verdade e a dor... E então eu estou fugindo do ponto...

O que eu estou tentando dizer é... Quando eu me sentei aqui, eu tive um momento extremamente agradável ao piano, na verdade. Eu estava tocando piano e meio que cantando e eu temo ter mantido as pessoas acordadas lá em cima... Alguém espera que não, mas foi agradável, e é extremamente prazeroso sentar aqui, agora. Porque eu acho que há algo extraordinariamente bonito em se ver o amanhecer. Porque alguém conecta a escuridão com ir pra cama, claro... E quando alguém ainda está acordado quando amanhece, e é um novo dia e você ainda não foi pra cama, dormir, porque a noite equivale a dormir, assim fácil, e quando alguém ainda está acordado quando um novo dia começa, é algo de uma experiência engrandecedora, eu sempre achei.

Eu posso olhar pra fora da janela agora e aquela árvore lá fora é verde, enquanto que quando alguém vai pra cama, aquela árvore deve estar negra, claro. Tudo deve estar negro antes de alguém ir pra cama. Mas essa é, claro, a essência do romântico.

Bom, eu acho que estou saindo do ponto. Eu devo provavelmente parar agora porque, se não, eu devo começar meio que a surrealizar as coisas e histórias da vida, o que será terrivelmente tedioso. Então é aqui que eu devo meio que dizer boa noite, você sabe... Boa noite.

<< Voltar


Hosted by www.Geocities.ws

1