Mesmice
Home Acima

Nenhum segredo é sagrado. Nenhuma guerra é santa.

Home
Acima

Quero mudar de tema
não falar mais de dor
reescrever o poema
deixar de morrer de amor.

Lembrar da sua face rosada.
Da sua risada encantada.
Do seu bendito sabor.

E quanto mais eu me atrevo
confesso que logo percebo:
O mesmo tema escrevo
e a mesmice aprisiona o autor.

Nídia Santana Caldas

[email protected]sebrae.com.br

 
1