Nutrição

 

Dietas Hospitalares

De acordo com a finalidade, as dietas são classificadas em:

- Dietas de Rotina

- Dietas especiais

 

1- Dietas de Rotina

- Dieta Líquida

tem consistência líquida e requer o mínimo de trabalho digestivo. Usada nas disfagias, desconforto gastro intestinal, dificuldade de mastigação e deglutição e nos pré e pós-operatórios.

Alimentos permitidos: água, chá, gelatinas, sucos, vitaminas de frutas, caldos, sopas liquidificadas, mingau ralo.

 

- Dieta Leve

Tem consistência semi líquida. Usada nos pré e pós-operatórios e distúrbios gastrointestinais.

Alimentos permitidos: caldos, sopas, carnes, verduras, legumes (bem cozidos e em forma de purê), arroz, frutas macias, gelatinas e pudins.

 

- Dieta Branda

Constituída de alimentos bem cozidos, restrita em celulose e alimentos fermentáveis. Usadas nos pré e pós-operatórios e em transição para a dieta geral.

 

- Dieta Pastosa

Usada principalmente em casos onde há dificuldade de mastigação e deglutição.

Alimentos permitidos: todos com consistência pastosa cremosa (purês, sopas cremosas, arroz bem cozido, papa de bolacha, pudins, frutas cozidas, etc.)

 

- Dieta Geral, Livre ou Voluntária

Usada nos casos em que o paciente pode receber qualquer tipo de preparação e alimentos variados sem restrições, de acordo com sua tolerância.

 

2- Dietas Especiais

- Dieta para Diabéticos/Hipocalórica

Dieta para pessoas que não podem comer açúcar, sendo necessário controlar os alimentos energéticos: arroz, batata, pão e massa.

São proibidos:

- alimentos e bebidas que contenham açúcar

- alimentos gordurosos e frituras em excesso.

 

- Dieta Hipercalórica

Dieta com o objetivo de fornecer mais energia. Deve ser oferecida maior quantidade de arroz, massa, doces.

 

- Dieta Obstipante ou Sem Resíduos

Para pacientes com diarréia. Não podem comer verduras cruas ou cozidas, legumes, frutas cruas, frituras e alimentos gordurosos, leite e derivados, doces (só gelatina) e sucos de frutas (com exceção do limão, maçã e goiaba)

 

- Dieta Laxativa ou Com Resíduos

Para pacientes com intestino preso. Devem comer maior quantidade de verduras, legumes, frutas (laranja, mamão, ameixa) e líquidos.

 

- Dieta Hiperproteíca

Contém maior quantidade de proteínas. Oferecer leite, gelatina, carne, iogurte, queijos e ovos.

 

- Dieta Hipoproteíca

Contém menor quantidade de proteínas.

 

- Dieta Hipogordurosa (para pessoas com problemas de fígado)

Contém pouca quantidade de gordura. São proibidos: manteiga, margarina, queijo, iogurte, leite (só desnatado), frituras e alimentos gordurosos.

 

- Dieta Hipossódica

Dieta com controle de sódio e sal. São proibidos: pão francês, bolacha de água e sal, cream craker, queijos salgados e embutidos. Pode ser oferecido até 2g de sal em sache.

 

- Dieta Assódica ou Sem Sal

Dieta preparada sem adição de sal no cozimento dos alimentos.

 

 
 

 

 
Hosted by www.Geocities.ws
GridHoster Web Hosting
1