Culinaria
Ciência Variedades Cultivo
Historia
HOME
Curiosidades Sobre Pimentas
Eis aqui alguns fatos curiosos sobre as pimentas do gênero Capsicum:


- O 1º europeu a provar pimentas foi Cristóvão Colombo.  Ele levou para a Europa diversas plantas desconhecidas como o fumo, a pinha (fruta de conde), abacate, etc.    Em seus registros ele escreveu: “Naturalmente não trago nenhuma das especiarias das Índias como o cravo, a canela, o gengibre e a cara pimenta negra, mas trago um monte de Aji, que é a pimenta deles, e é muito mais valiosa que a pimenta negra”. 
           A palavra Aji ainda hoje é usada pelos povos de língua espanhola da América do Sul para designar algumas variedades de  pimentas.

-  A pimenta “arde” porque possui um alcalóide chamado capsaicina, produzido por glândulas situadas próximas às sementes dos frutos. Essa substância ao se unir a receptores celulares específicos causam a sensação de ardência. Os pássaros, por não possuírem esses receptores, são imunes à capsaicina, podendo comer pimentas á vontade, contribuindo na natureza para a disseminação das sementes, que passam imunes por seu tubo digestivo.


-  O nome Cumari em tupi, significa  “o prazer do gosto”, e teria um significado semelhante ao de  “tempero” em português.

- No Benin, uns dos berços do Vodu, existem muitas tradições e crendices populares.  Uma delas diz respeito a forma de se desvendar um determinado tipo de crime. Se uma viúva é suspeita de ter cometido o assassinato do marido, ela é posta isolada em um recinto e obrigada a respirar fumaça de cebolas e pimentas. Se lacrimejar, é então considerada culpada.

- No Brasil, alguns acreditam que a pimenta seja um forte repelente de mau-olhado.  Acham que ela pode afastar todo o mau, deixando o inimigo com um gosto terrível em sua boca e ardor em suas entranhas. A cor viva de algumas variedades é atrativa para os olhos, “puxando” toda energia ruim que possa vir desse olhar.

- A pimenta já era usada pelos povos pré-colombianos como remédio para diversas doenças. Hoje, os estudos científicos comprovam os efeitos benéficos da capsaicina, que está sendo usada como ingrediente de diversos medicamentos, desde os usados na cura de enxaquecas, até na prevenção do câncer.

- Na ilha de Marajó, no norte do Brasil, a pimenta também é usada como arma de caça. O Turu é um molusco que vive em troncos de arvores caídos, e é o prato predileto do Macaco-do-mangue. Sabendo disso, os caçadores capricham na pimenta sobre os bichinhos. Ao comerem o turu apimentado os macacos ficam desnorteados com o ardor, tornando-se presa fácil.

Recordes Apimentados :

- A maior pimenta
                   Segundo o Guinness Book, a maior pimenta do mundo é a NUMEX BIG JIM, desenvolvida na Universidade do Novo México, com nada menos de 34,5 cm de comprimento.

- A pimenta mais ardida
                A Naga Morich ou Bhut Jolokia entrou para o Guiness Book como a pimenta mais ardida do mundo, após testes de laboratório que acusaram nada menos de 1.001.304 SHU, desbancando a antiga campeã Red Savina Habanero (577.000 SHU)

- A pimenta mais pornográfica
                Chama-se “Peter Pepper”, com formato extremamente parecido com o órgão sexual masculino.

- O maior pimentão
                 A variedade híbrida conhecida como Big Bertha apresenta dimensões de 18 x 10 cm...

- O pimentão mais antigo
                 O primeiro pimentão a surgir com as características que conhecemos, em formato de bloco, com a casca lisa e totalmente desprovido de pungência, foi o CALIFORNIA WONDER, selecionado em 1928 pela C.C. Morse company.
Culinaria
Ciência Variedades Cultivo
Historia
HOME
Hosted by www.Geocities.ws

1