Crac- MóBRABA
(INdepenDente)
Surpresa total! Os baianos de Salvador do Crac já abrem o cd com "Pesadelo", do maravilhoso Patife Band. Pela referência já se sabe que vem coisa boa por aí. E é exatamente isto. Você nunca sabe onde a música vai parar, não tem um desenvolvimento previsível e incorporam diversos elementos, o que torna inclassificável o trabalho e isto é ótimo! Uma explosão de criatividade com um resultado sensacional. É impossível não prestar atenção nas músicas "Sonhos Lerdos", "Daquele Cigarro" e "Subcenas". A banda segura muito bem as viagens da interpretação da vocalista Nancy. O instrumental conta com – além do baixo/guitarra/ bateria – sax, flautas, samplers (inclusive da saudosa Araci de Almeida), loops, teclados, cilindrol escafrando (?), etc. Toda essa loucura é acompanhada de um projeto gráfico à altura. Márlio, obrigado pelo cd! Vale a pena entrar em contato. Rua João Bião Cerqueira, 274 apto 1104B, Pituba, Salvador/ BA, CEP 41830-580. Email: nancyta@uol.com.br.

Escarro Verbal
(Agah Records)
Banda de Piracicaba, interior paulista. Neste cd demo, o Escarro Verbal apresenta seu som com letras de cunho político/social sempre com uma mensagem positiva, seja ela de resistência ou de conscientização. Vale a pena acompanhar as letras do encarte. O som é o bom e velho HC das antigas, com umas pitadas de metal, lembrando um pouco os finlandeses do Força Macabra. O E.V. é formado por Lecão no vocal, Gão na bateria, Gustavo no baixo e Luiz na guitarra. Contatos: Av. Euclides Figueiredo, 27, Piracicaba/ SP, CEP 13408 090. Email: escarroverbal@terra.com.br.

FORÇA MACABRA- Histeria
(No Fashion HC Records/ Bucho Discos)
Histeria é uma compilação de várias gravações desses maravilhosos finlandeses, envolvendo o período de 1997 à 2000. São músicas de EP's, coletâneas, splits, etc; além de covers de Ratos de Porão, Cólera, Armagedom, Skarnio, Kaaos, Onslaught, etc. Também chama atenção algumas composições do Javier (guitarrista do Armagedom). Fundamental para quem ainda não conhece o TrashCore deste grupo. É bom que se diga, que esta edição brasileira, é diferente do Histeria que saiu há 2 anos no México. Como sempre nossa edição é mais caprichada e completa. Novamente ponto para No Fashion e Bucho Discos. No Fashion HC Records – Caixa Postal 03, Sta. Bárbara D'Oeste/SP, CEP 13450 970. Email: massiser@hotmail.com.

Tumulto- HoLy War [A!tn #4]
(zuMbi Record$)
O Tumulto tem mais de 10 anos de existência, e essa experiência toda é revelada nas 3 composições deste cd demo, que por sinal está muito bem produzido. De maneira geral, as 3 músicas ("Blood Thirsty", "Holy War" e "Frustation") mostram um trash metal com letras em inglês bem trabalhado e desenvolvido, apenas senti que faltou um pouco de peso na gravação. A formação neste cd conta com Luciano Tita (guitarra); Mano (guitarra); Germano Duarte (baixo e voz) e Márcio Duarte (bateria). Contatos: Caixa Postal 280, Foz do Iguaçu/ PR, CEP 85851 970. Email: tumultoband@hotmail.com

IguaNas- aValanche
(INDEPENDENTE)
Sensacional este segundo trabalho dos cariocas do Iguanas. Peso, melodia, boas letras e guitarras bem trabalhadas. Tudo na medida certa. Produção bem caprichada, tanto no som como na parte gráfica. As letras do Braz fogem dos clichês, abordando temas inusitados, como por exemplo em S.O.E., onde ele mostra sua fúria contra uma megera orientadora educacional. Quem já escreveu sobre isso? Os 3 anos de estrada proporcionaram esta maturidade e identidade no som. Influências? Temos proto punk, guitar, hc melódico. Muito bem dosado. Pena que tenha apenas 5 músicas neste cd demo. O Iguanas já merece um cd oficial. Atenção selos!!! Este trio é formado por: Braz (guitarra e voz); Pixote (baixo e voz) e Lando (bateria). Contatos: Rua Ary Fontenelle, 337/ 202 – Barra Mansa, RJ – CEP 27330 670. Email: iguanas@bol.com.br.

JellY Puppies- ...uma questão de carinho!!!
(indePendente)
Jelly Puppies é uma singela banda de hardcore melódico, no melhor estilo de CPM 22 e Dead Fish. Formado por Márcio e Felipe (guitarras e vocais); Shamil (baixo e vocais) e Tom (bateria). Cd demo bem caprichado, com 6 músicas cujas letras tratam de relações amorosas. Para quem gosta do estilo vale a pena entrar em contato. Email: jellypuppies@hotmail.com.



JUPITER APPLE- Hisscivilization
((Voiceprint Brasil))
O compositor Jupiter Apple já é um cara bem reconhecido por gente importante do meio musical, como Rita Lee, Tom Zé e Mr. Tim Gane do grupo franco-britânico Stereolab. Não é para menos, a cada novo trabalho ele nos surpreende. Hisscivilization é o seu terceiro trabalho solo, nele está envolvida muita psicodelia, bossa nova e referências intergaláticas. Ele está muito bem acompanhado nas músicas, como por exemplo no sitar que o Fabio Golfetti (Violeta de Outono) gravou em "...So you leave the hall", além da belíssimas vozes de Talitha Jones e Biba Graeff em quase todas as faixas. Com certeza é um dos poucos artistas que estão conectados com o futuro da música e isto o credencia para ser um dos músicos conhecidos mundialmente por sua riquíssima obra. Voiceprint Brasil – www.voiceprint.com.br

MÓDULO- Medo de Não Ver
(inDependentE)
Trio paulistano de pop rock formado por Stefan (guitarra, violão e voz); Fabio PC (baixo, voz) e Freddy (guitarra solo e backing). As baterias foram executadas por Paulo Rocha. Ao todo são 12 músicas muito bem gravadas e produzidas. O som é influenciado nitidamente por bandas de rock nacional, na linhagem do Capital Inicial. Acho que eles tem tudo para tornarem-se conhecidos. Boas melodias, refrões grudentos e letras introspectivas. "Simples pra você" tem potencial para tocar nas rádios comerciais. Contatos: (11) 9102 6788; (11) 9404 5394 e (11) 9264 2735.

Napalm Death- Order of the Leech
(Earache)
O que eu posso falar deste cd? Que está muito mais técnico? Que chega ao limite da velocidade? Que irrita, incomodando pela quantidade de riffs? Que deve ser, na minha opinião o melhor lançamento do final do ano passado? É, eu não posso falar nada!






Patife BanD- CorrEdor Polonês
(WEa)
Graças a iniciativa de Charles Gavin, este disco acabou sendo reeditado em cd ano passado. Corredor Polonês foi editado originalmente em lp em 1987 e era disputado a tapas nos sebos. Paulo Barnabé consegui compor simplesmente as músicas mais geniais dos anos 80. É de arrepiar escutar "Tô Tenso", "Pesadelo" e a música que dá título ao disco, além de "Poema em Linha Reta" (de Fernando Pessoa, musicado por Arrigo Barnabé) e "Vida de Operário" dos punks da banda Excomungados. Letras corrosivas acompanhadas por um instrumental que segura muito bem o clima (André Fonseca na guitarra, Sidney Giovenazzi no baixo e Paulo Mello na bateria) com experientalismos na dose certa. Notícia boa! A banda está compondo novo material e tem show agendado para agosto em SP.

RatOs de Porão- Onisciente Coletivo
(Century Media Records)
O que eu posso falar de uma banda que tem mais de 20 anos e é uma escola para muitos grupos no mundo todo? Gordo, Jão, Fralda e Boka nos brindam com outro disco clássico. É impressionante a competência dos caras. A produção do inglês Alex Newport (que já trabalhou com a banda em "Just Another...") gravando de forma analógica também contribuiu bastante para a qualidade do cd. Outra novidade está nas letras que vem acompanhadas de comentários feitas pelos integrantes (idéia do baterista Boka, que inclusive escreveu a única música em inglês do disco – "Fragments of Conquest"). Participação mais que especial do rapper Rappin'Rood na faixa título. Vá já atrás do seu. Contato: Century Media Records- www.centurymedia.com.br.

SnooZe- Let My Head Blow Up
(Short Records/ Monstro Discos)
Eu sou suspeito para comentar este cd, mas tudo bem. Snooze chega ao segundo cd mantendo as suas influências guitarreiras indies com um bom gosto extremo. Aliam muito bem melodia, técnica e punch, num inglês muito bem pronunciado (coisa que a maioria das bandas que se aventuram não conseguem). A grande novidade foi apresentarem 2 sessões distintas de gravações, que parece que temos 2 discos: uma gravação no estúdio Q'Boost em 2000, e outra ao vivo num show no Tequila Café em 2001. Cada uma tem sua particularidade. A bela produção de estúdio ressalta ainda mais o bom gosto e a maturidade musical da banda. Logo, logo "Pathetic" ou "Why" se tornarão clássicos do grupo. No live temos toda a energia e garra sem retoques. Sensacional!!! Pra mim "My Gramophone" ao vivo já vale o cd. Short Records – Rua Senador Vergueiro, 2693 bloco 7 A, apto 42 , São Bernardo do Campo/ SP, CEP 09601 000. Email: shortrex@hotmail.com.

Terror Revolucionário- Terror Revolucionário
(Jump DisCOS)
Terror Revolucionário é uma banda do Distrito Federal que faz o bom e velho hardcore das antigas, com um vocal crust, lembrando o Ratos de Porão e Olho Seco no início. Ao todo são 25 músicas em pouco mais de 23 minutos, ou seja, uma cacetada atrás da outra. Gravação muito boa, apesar deste cd ser gravado ao vivo no estúdio. Letras politizadas, num discurso curto, coerente e consistente, com total descrença no nosso futuro, bom exemplo disso são as faixas "Neste Inferno" e "Qual o destino da humanidade". As 2 últimas faixas foram gravadas em 99, sendo que "Quem Votou?" é do grupo paulista NYAB. Grande idéia da capa neste 2002 de eleição. O T.R. é formado por Jefferson (bateria), Thiago (guitarra), Marcelo (baixo) e Fellipe CDC (vocal). Contato: QNJ 21 casa 11, Taguatinga, DF, CEP 72140 210.

TribUTo aos- Garotos Podre$
(Rotten RecoRds)
Comemorando os 20 anos dos Garotos Podres a Rotten Records preparou um tributo a altura da importância da banda. São 23 bandas interpretando os clássicos do grupo, dentre elas duas gringas: Acromaníacos de Portugal e Muerte Lenta da Argentina. Com uma produção muito bem caprichada (encarte com fotos das várias fases da banda, comentários de gente importante como o Marcelo Nova e Kid Vinil, etc), no geral as bandas deram um pouco da sua identidade em músicas consagradas. Não vou comentar as minhas prediletas, mas vou citar as bandas deste projeto. Além das duas já citadas, participam: Zumbis de Espaço, Ratos de Porão, Muzzarelas, Ulster, Inocentes, 88NÃO!, DFC, Underboys, Ultraje à Rigor, Devotos, Axl Rude e Rude Cover, Macakongs 2099, Patria Armada, Laranja Mecânica, Lambusco Kids, Grinders, Pappa NiKolau, Os Cabeloduro, Tihuana, Ação Direta e um grupo de psichobilly que eu não vou citar o nome. Rotten Records – Caixa Postal 781, Mauá/ SP, CEP 09380 970. Site: www.rottenrecords.com.br.

AjaXFree- mEEt
(IndependenTe)
Desgraceira e estrago feito por uma pessoa só, aliada a um micro-computador. AJAX FREE é um projeto do artista gráfico Fabio A. Este cd tem 34 músicas. O cara tem a manha de dar um tratamento à ruídos, muito barulho e sons que na maioria das vezes não podemos distinguir. São camadas de barulho, que a cada audição novos elementos aparecem. É impossível descobrir o que foi sampleado e onde vai desembocar o andamento das composições (?). Em alguns momentos beira o limite do suportável e acaba causando até um certo desconforto. Nenhuma música tem título nem letra, somente algumas locuções com efeito hipnótico. Ideal para mentes insanas. E, aproveitando a deixa, ele foi convidado pelo pessoal do Sepultura para fazer a introdução/ outro(dução) do novo álbum, a música (?) de abertura dos shows e um remix de Godless. Procure no Kazaa algumas de suas composições. Site: http://www.ajaxfree.cjb.net.

Ação Direta- Revolta/ Repúdio/ Confronto/ Resistência
(Bombardeio DistRo)
O Ação Direta vive em constante evolução e sempre apresenta novidades a cada trabalho que edita. Neste novo cd fica evidente o total entrosamento dos músicos e a qualidade das composições. A banda possui uma identidade e quando você começa a escutar o cd você sabe que é o Ação Direta. O discurso do Gepeto nas letras continua bem articulado e despeja toda a realidade na nossa cara. Basta ler "Irreversível" para confirmar o que estou dizendo. Além do Jão do Ratos de Porão tocar em "Fator Crucial", participam também Parmito (FDS/ Tujerpiis), Marcão (Claustrofobia) e o Eros (Korzus). As minhas preferidas são "Pesadelo" (que já tem um vídeoclipe), "Sem palavras" e "Crueldade". Com certeza o Ação já faz parte da linha de frente do hardcore mundial. Prova disto é que "Revolta..." está sendo editado simultâneamente na Itália, Inglaterra, Alemanha e Chile. Contato: Bombardeio Distro: Caixa Postal 443, São Bernardo do Campo/ SP, CEP 09701 970. Email: bombardeiodistro@bol.com.br.

acromaniacos
ACROMANÍACOS- Qé Lê te?!?
(Cais 14)
Os Acromaníacos são portugueses da cidade de Bobadela, cuja formação é Serralha (guitarra e voz); Xixo (baixo) e Tico (bateria). Este cd foi gravado entre setembro e outubro de 2000. Pela capa já dá pra sentir o bom humor deste pessoal, comprovado em letras recheadas de palavrões como "7 anões, 14 colhões", "A hóstia sexy do padre Frederico", "A abelha Maia é uma puta", "Ar, Cu & Iris", etc. Também há espaço para revolta e protesto, como em "Panem Et Circenses" e "EX-PÓ 98". O som transita pelo bom e velho punk rock, passando pelo hardcore e em algumas faixas até um pouco crust core. Ao todo são 40 músicas em 71 minutos (!), o que torna o cd um pouco cansativo... Uma boa amostra deste cd está na coletânea "URBANOISE 3" (ver comentário no arquivo).Contatos: Rua Jorge Alexandre Batalha Ferreira, NN 12 (antigo lote 3), 6 Esq./ 2695-048 Bobadela (LRS) – Portugal. Email: hugoserralha@hotmail.com.

AgroTóxico- Estado de Guerra Civil
(Red Star Recordings)
Segundo cd desta conhecida banda paulista que voltou recentemente de uma tour pela Europa (ver destaque). Estado de Guerra Civil é um trabalho muito bem feito, que já começa na apresentação: em vez da caixinha comum ele vem no formato digipack, com um encarte inserido dentro. Outra coisa legal no Agrotóxico é a sua simplicidade. Hard core velha guarda sem muita firula e letras simples e diretas. O recado vem sem meias palavras. Preste atenção em "Lobotomia Geral" e o "Povo contra o Estado". Fecham o cd com "Psykiskt Instabil"do Asta Kask. Red Star – Caixa Postal 4861, São Paulo/ SP, CEP 01061 970. Email: redstar@osite.com.br

Bide ou balde
BidÊ ou Balde- Outubro OU NAda!
(Antídoto)
Bidê ou Balde já um grupo bem conhecido, graças a um belo disco distribuído pela Abril Music que tinha o hit "Melissa" e várias participações em grandes festivais. Neste segundo cd, as influências dos anos 60 continuam, como as belas composições do vocalista Carlinhos e do guitarrista Leandro Sá principalmente. As letras do Carlinhos também merecem destaque, vale conferir a de "Hollywood #52" e "O Antipático". A banda utilizou neste trabalho vários instrumentos, tais como naipe de metais, piano, fagote, etc que deu um brilho especial nas músicas, como por exemplo em "Matelassê" e o arranjo de cordas e os vocais femininos de Vivi e Katia para "Soninho". Fiquem atentos! Há surpresas no final do cd. O projeto gráfico de Guilherme Dable é sensacional, acompanhando muito bem o conceito musical. Ame o Rock: Caixa Postal 11058, CEP 90880 972, Porto Alegre/ RS. Email: ameorock@bideoubalde.com.br.

AÇÃO T.4- Ódio & Revolta
(independente)
Essa banda de Piracicaba, interior de São Paulo, mostra uma preocupação político/social muito grande em suas letras, com seus versos simples e diretos atacam a televisão, os problemas nacionais e até a crise no Oriente. O cd é composto por 8 músicas, incluindo uma versão de "Beat the bastards" do The Exploited. Quase 17 minutos de hardcore das antigas que me lembrou bastante o Olho Seco no começo dos anos 80. O Ação T.4 é formado por Roberta (baixo e backing vocal); Ricardo (guitarra e backing vocal); José Fernando (bateria e backing vocal) e Erick (vocal). Contatos: Rua dos Pixoxós, 85 – bairro Nova Piracicaba, Piracicaba/ SP, CEP 13405 113. Email: acaot4@bol.com.br.

caCHorro Grande- CAchorro GRANDE
(Stop Records)
Formado em 1999 finalmente o Cachorro Grande chega ao seu primeiro cd, que tem uma boa distribuição, inclusive sendo vendido com uma revista-poster nas bancas de jornais do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Nos 45 minutos do disco percebe-se muita influência sessentista (Kinks, The Who, Rolling Stones, etc) nas 13 faixas, com muita energia adolescente vinda das guitarras, um clima de psicodelia e letras que possuem uma temática bem despojada e também adolescente ("Vai T. Q. Dá" não me deixa mentir!). Total rock'n roll. O C.G. é formado por Beto Bruno (vocal); Marcelo Gross (guitarra e autor da maioria das músicas); Jerônimo Bocudo (baixo) e Gabriel Azambuja (bateria). A faixa Sexperienced já é um clássico, que também faz parte do cd coletânea da finada revista Frente. Para se ter uma idéia da força dessa rapaziada, eles estão confirmados na programação do festival Abril Pro Rock deste ano. www.cachorrogrande.com.br; Email: cachorrogrande@uol.com.br.

cause for effect
Cause for EffecT- Album
(Bucho Discos)
Inacreditável o som que este grupo finlandês tira!!! Eu nunca poderia imaginar uma fusão de hardcore com jazz, aliado a um vocal meio crust, numa formação inusitada, ou seja, bateria, baixo e vocal. Isso mesmo, não tem guitarra. E por incrível que pareça o resultado é muito interessante. Ponto pra Bucho Discos que lançou esta preciosidade para nós. Os malucos que estão por trás do Cause For Effect são: Ari (bateria) e Tuomo (baixo e voz). As letras também merecem destaque, são curtas, diretas e contundentes. Ao todo são 42 temas. Contato: Bucho Discos – Caixa Postal 12, Centro, Santo André/ SP – CEP 09015 970. Email: buchodiscos@hotmail.com.

Força macaBRa
Força MAcabra- Caveira da Força
(Usina de SanGue Records/ Terrotten records)
Este é o trabalho mais recente desses nossos amigos da Finlândia, gravado em 2000. Mais agressividade, mais peso , solos curtos de guitarra e alguns gritos agudos do Porco Antares, aliados as letras apocalípticas. Este é o TRASH CORE!!! Quase 30 minutos de ódio em 12 faixas. No geral as letras são em português, exceto "El Condor" e "Bitchfucker". O único cover fica por conta de "Filhos do Mundo" do Overdose. Indispensável!!! Usina de Sangue Records: Caixa Postal 155, CEP 09910 970, Diadema/SP. Email: usinadesangue@hotmail.com.

luisa
Luisa Mandou um Beijo- Single 1
(Independente)
O Luisa já é uma banda bem cultuada no cenário (?) indie carioca. Apresentam duas músicas neste single: "Bauhaus Today" e "Amarelinha". O destaque fica pela peculiaridade das letras na voz da Flávia e o bom trabalho das 2 guitarras e os metais (trumpete e flauta). Além da Flávia, o Luisa é composto por Fernando e P.P. (guitarras), P.C. (baixo), Luciano (bateria), Andrezinho (flauta) e Shockbrou (trumpete). Contato: Email: luisamandouumbeijo@bol.com.br.

Olho Seco
Olho SECO- OS primeiros Dias
(Gravações sem qualidaDE)
Este cd compreende os 3 primeiros anos do Olho Seco (por isto este título!) com sua formação clássica, ou seja, Fabio (vocal), Sartana (bateria), Val (baixo) e Redson (guitarra). Estão neste registro, além do mini LP "Os Primeiros Dias" (lançado originalmente em 1988), todas as demos de 82/ 83 e duas faixas ao vivo de um show de Minas Gerais, totalizando 23 sons, alguns até repetidos, mas de sessões diferentes. É ítem fundamental para quem quer conhecer uma das primeiras, senão primeira, banda de hardcore do Brasil. Resgate histórico! Contato: Decontrol Discos – Rua 24 de Maio, 62 – 1º andar – loja 242, Centro, São Paulo/ SP, tel/fax: (11) 223 3214.

olho seCo
Olho SECO- Fome NUCLEar
(Gravações sem qualidaDE)
Registro completo da fase mais agressiva do Olho Seco, época que saiu o guitarrista Redson e entrou o saudoso Luis (ex. Brigada do Ódio e Ulster). O som era uma verdadeira avalanche sonora, letras cruas e diretas. Hoje em dia nós vemos como o Olho Seco estava à frente de sua época, sendo incompreendido por alguns naquele momento quando buscava outros caminhos e novas perspectivas para o hardcore. Neste cd tem as 4 músicas do raro compacto Fome Nuclear, e as outras 20 músicas são de shows nos extintos Radar TanTan em 1985 e no Dama Xoc em 1989. Cada registro tem uma formação diferente, com participação do Val, Alexandre e Wilson no baixo, o Luis na guitarra e voz, o Fabio no vocal nas 2 primeiras faixas do Fome e no show do Radar, e o Sartana na bateria em todas as músicas. É maravilhoso escutar petardos como Erupção e Canibais. Outro cd indispensável!!! Contato: Decontrol Discos – Rua 24 de Maio, 62 – 1º andar – loja 242, Centro, São Paulo/ SP, tel/fax: (11) 223 3214.

purpura
PúrPURA- PÚRpuRA
(Independente)
Outro grupo de pop rock, com influências de soul music, reggae, etc. Bons músicos acompanhados por um belo naipe de metais. Produção de primeira. Tielo Filipo canta bem e compõe umas letras com bastante apelo popular, sempre com aquele bom humor carioca. Acredito que se arrumarem uma gravadora os caras vão longe. Este cd demo conta com 8 músicas em pouco mais de 30 minutos. Email: purpura@ieg.com.br

v/a
OS PÉ DE BARRO 8 way underground songs
(Rotthenness Records/ Duende Maldito Distro)
Barulho! Muito barulho em 91 sons!!! As 8 bandas que compõem este cd conseguem apresentar um som agressivo, cada uma ao seu modo. O cd abre com 17 sons do New York Against the Belzebu, que dispensa comentários. Na seqüência vem o grupo da Malásia, o Banzai 606. São 8 músicas do mais puro crust/ hard core cantado (?) em inglês. De Jundiaí, interior paulista aparece o MDK com suas músicas caóticas, tais como "Pestilência", "Dança da Morte" entre outras. Os novatos do Reação Kaótica mostram agressividade extrema nas suas 8 composições (?), incluindo uma introdução. Os cristãos do Foco Nocivo mostram uma inusitada e interessante proposta. E mandam muito bem seu recado. Prestem atenção! Do Rio Grande do Sul vem o I.M.L, que já teve sua demo resenhada em edições anteriores do Aviso Final. Outra surpresa! Os equatorianos do Pesmenben IV abrem com "Vomita" e "Vomitando" e seguem mais 21 sons. Hardcore feito por uma dupla de guitarra e bateria e alguns samplers. Bem podrão!. Já o Academic Worms, de Neves Paulistas, interior de São Paulo apresenta gravações de um registro de show. Contato: Rotthenness Records – Caixa Postal 1197 – Ag. Central, São Paulo/ SP, CEP 01059 970. Email: nyab@originet.com.br

Tomahawk
Tomahawk - Mit gAs
(Ipecac)
Ainda bem que o rock não está morto! Ainda bem que existem gravadoras independentes! Ainda bem que existe a IPECAC! Rádios "rock" fiquem longe! Procurem o que realmente dá dinheiro!
Finalmente saiu o mais novo trabalho do Tomahawk. Destaques para todas as músicas. Tem até uma letra cantada em portuñol/ italiano e sei lá mais o quê chamada Desastre Natural! As pessoas que já conhecem o trabalho anterior vão achar este um pouco inferior. Não acreditem nestas pessoas. E aguarde o novo do Fantômas!

Se você tem uma banda e quer seu material divulgado aqui, mande um e-mail
Hosted by www.Geocities.ws

1