S O M Á T I C A

Teoria Musical - Básico

 

 

Apostila II

 

-----------------------------------------

 

¯

 

Objetivo:

Conhecimento de teoria musical.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Programa

 

1 - Conceitos Básicos

 

Notação Musical

Sons Musicais

Pauta

Clave de Sol

Notas da Escala de Dó Maior

Figuras de Notas

Figuras de Pausas

Clave de Fá

Notas na Clave de Fá

 

 

 

2 - Exercícios Básicos

3 Duração dos Valores

4 - Compasso

5 Compasso Binário 2/4

6 Ponto de Aumento

7 Compasso Ternário 3/4

8 Escala Diatônica de Dó Maior

9 Graus

10 Graus Conjuntos e Disjuntos

11 Tom e Semitom

12 Nomes dos Graus da Escala

13 Extensão da Escala

14 Ligadura, Legato e Staccato

15 Ponto de Aumento Duplo

16 Compasso Quaternário 4/4

17 Anacruse

 

--------------------------------------------

 

1-Conceitos Básicos:

 

Notação Musical

São os Sinais que representam a escrita musical, tais como:

Pauta, Claves, Notas, etc.

Sons Musicais

São 7 os sons musicais:

Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si, que representam as notas.

Pauta

São 5 linhas paralelas e horizontais, formando 4 espaços, onde se escrevem as notas.

A pauta chama-se também Pentagrama.

Estas linhas e espaços contam-se de baixo para cima.

 

 

As notas são escritas nas linhas e nos espaços.

 

 

 

 

 

Linhas Suplementares

Quando as notas ultrapassam, abaixo ou acima, o limite da Pauta, usam-se Linhas Suplementares Superiores e Inferiores. Estas linha, como na Pauta, formam espaços entre si.

Linhas e Espaços Suplementares Superiores Colocam-se acima da pauta e contam-se de baixo para cima.

Linhas e Espaços Suplementares Inferiores Colocam-se abaixo da pauta e contam-se de cima para baixo.

 

 

O número de Linhas Suplementares não é limitado, porém, geralmente usam-se até 5.

 

Clave É um sinal que se coloca no princípio da pauta para dar nome às notas.

Há 3 espécies de Clave: Clave de Sol, Clave de Fá e Clave de Dó.

 

Clave de Sol

 

 

A Nota da 2a linha da pauta no exemplo abaixo chama-se Sol, porque está colocada onde a Clave de Sol foi assinada.

Notas acima da 2a linha.

 

Notas abaixo da 2a linha.

 

Notas da Escala de Dó Maior

Seguindo a ordem natural das notas musicais: Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si, teremos a escala de Dó Maior, com a repetição do Dó.

O 1o Dó está colocado na 1a linha suplementar inferior e o Ré no 1o espaço inferior.

 

 

Figuras de Notas

São sinais que indicam a duração dos sons. Chamam-se também Valores Positivos e, conforme sua duração, recebem formas e nomes diferentes.

 

 

As Figuras de Notas podem se compor de: cabeça, haste e colchete.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Figuras de Pausas

São sinais que indicam a duração do silêncio. Chamam-se também Valores Negativos e, conforme a sua duração, recebem formas e nomes diferentes. Os nomes são os mesmos.

A pausa da Semibreve está colocada abaixo da 4a linha e a da Mínima acima da 3a linha.

 

Notas da Escala de Dó Maior em duas Oitavas.

 

 

 

 

 

 

Clave de Fá

A nota na 4a linha da pauta, no exemplo abaixo, chama-se Fá, porque está colocada onde a Clave de Fá foi assinada.

 

Notas na Clave de Fá

 

Notas Acima da 4a linha

 

Notas Abaixo da 4a linha

 

 

3 Duração dos Valores

A Semibreve é considerada como a unidade ou o inteiro, na divisão proporcional dos valores. As outras são frações da Semibreve. As figuras, segundo a ordem dos seus valores, valem o dobro da seguinte e metade da anterior.

As outras figuras de notas tem estas mesmas subdivisões.

Os Valores Negativos ou Pausas, também valem o dobro da seguinte e metade da anterior.

 

4 - Compasso

É uma das partes ou movimentos em que está dividido um trecho musical.

Tempos

São as partes ou movimentos em que está dividido cada compasso. Os tempos podem Ter acentuações fortes e fracas.

Barras ou Travessões

São linhas verticais que separam os compassos.

 

Travessão Duplo

São duas linhas verticais que separam um trecho musical do outro.

Chama-se também Pausa Final, quando colocado na terminação definitiva de uma peça.

 

5 Compasso Binário 2/4

O Compasso Binário 2/4 é de 2 tempos. A fração 2/4 se coloca no começo da música, logo após a clave, cujo sinal se chama Signo de Compasso.

O Numerador 2 da fração representa a quantidade de tempos para cada compasso.

O Denominador 4 representa a qualidade da figura para cada tempo.

A semínima é a quarta parte da semibreve, portanto, no compasso 2/4 a semínima vale 1 tempo.

 

 

 

 

 

 

 

 

Os tempos podem ter acentuações fortes e fracas. No compasso Binário o 1o tempo é forte e o 2o é fraco: F forte e f fraco.

 

 

Como Marcar o Compasso Binário

Geralmente marcam-se os tempos dos compassos com movimentos da mão.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

6 Ponto de Aumento

É um ponto que, colocado ao lado direito de uma nota ou pausa, aumenta metade do seu valor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Valores das Figuras Pontuadas

A Semibreve pontuada vale 3 Mínimas.

 

A Mínima pontuada vale 3 Semínimas.

 

 

A Semínima pontuada vale 3 Colcheias.

As outras figuras de notas pontuadas tem as mesmas divisões, assim como também as pausas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

7 Compasso Ternário 3/4

O Compasso Ternário é de 3 tempos.

O 3, que é o numerador da fração, representa a quantidade de tempos, e o denominador, a qualidade da figura para cada tempo que, neste caso, é a semínima.

No Compasso Ternário, o 1o tempo é forte e o 2o e 3o fracos.

 

Como Marcar o Compasso Ternário

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Escala Diatônica

É uma série de 8 sons dispostos em graus conjuntos, na sua ordem natural, guardando as posições de tons e semitons.

 

8 Escala Diatônica de Dó Maior

 

9 Graus

Chamam-se Graus as notas que formam a escala, e são numerados por algarismos romanos.

 

Os graus podem ser Conjuntos e Disjuntos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

10 Graus Conjuntos e Disjuntos

Graus Conjuntos dá-se o nome, quando são vizinhos, isto é, imediatos.

Graus Disjuntos são os que tem um ou mais graus intermediários.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

11 Tom e Semitom

Semitom - é a menor <<distância>> entre duas notas.

 

Tom - é o intervalo entre duas notas constituído por dois semitons.

A Escala Diatônica é formada por 5 tons e 2 semitons. Os semitons se encontram do III para o IV graus e do VII para o VIII grau. Os outros graus são separados por tons.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

12 Nomes dos Graus da Escala

A Escala Diatônica é formada por 8 graus, tendo cada um sua função especial. O VIII grau é a repetição do I.

Os graus da escala tem os seguintes nomes:

I Grau Tônica

II Grau Supertônica

III Grau Mediante

IV Grau Subdominante

V Grau Dominante

VI Grau Superdominante

VII Grau - Sensível

 

13 Extensão da Escala

A escala pode estender-se repetindo seus sons na ordem natural, em diversas oitavas, ascendentes e descendentes.

Ascendentes quando os sons partem do grave para o agudo;

Descendentes em ordem inversa.

 

 

 

 

 

 

 

14 Ligadura, Legato e Staccato

Ligadura é uma linha curva que se coloca sobre ou sob duas ou mais notas da mesma altura, indicando que somente a primeira é articulada.

 

Legato é representado por uma linha curva que se coloca abaixo ou acima de várias notas, indicando que todo o trecho onde estiver a Ligadura deverá ser executado ligado, sem interrupção dos sons. É indicado também pela palavra Legato.

Staccato é representado por um ponto sobre ou sob uma ou mais notas indicando que os sons são articulados e secos.

 

 

 

 

 

15 Ponto de Aumento Duplo

Quando colocados 3 pontos, o 3o aumenta metade do 2o.

 

16 Compasso Quaternário 4/4, 4 ou C

O Compasso Quaternário é de 4 tempos. É representado pela fração 4/4, 4 ou C.

O Numerador 4 = Quantidade; 4 tempos.

O Denominador 4 = Qualidade; uma semínima para cada tempo.

 

 

 

No Compasso 4/4 o 1o tempo é forte, o 2o fraco, o 3o meio forte e o 4o fraco.

 

Como Marcar o Compasso Quaternário

 

17 Anacruse

É uma nota ou grupo de notas que antecedem o 1o tempo do 1o compasso de uma peça musical.

 

Hosted by www.Geocities.ws

1